39- Camisa da Ferroviária de Assis

39ª camisa da coleção é uma das que considero especiais. Acho até que pessoalmente, é a de maior valor histórico das que eu tenho.

Pertence à já extinta Associação Ferroviária de Assis:

ferroviariassis

E a considero histórica, primeiro porque, embora seja o uniforme número 2 (o número 1 é vermelho com os destaques em branco) é uma camisa oficial e foi usada em partidas oficiais na década de 70, pelo time da cidade de Assis (onde meu pai nasceu).

Além disso, como minha família trabalhava na estrada de Ferro, na Sorocabana, meu tio “Zé”, na época conhecido como Alemão, jogou na equipe.  Olha ele aí numa “clássica” 3×4:

Digitalizar0001

A Associação Atlética Ferroviária de Assis (AAFA) foi fundada em 1927, e foi mais um time que nasceu em torno da vida Ferroviária, especificamente ao redor da Estrada de Ferro Sorocabana. Miguel Belarmino de Mendonça foi o primeiro presidente do clube.

Vasculhando pela rede, achei uma foto muito bonita do time, de 1946:

Seu estádio na Rua Brasil foi nascendo aos poucos, primeiro o campo, depois as arquibancadas, os vestiários e por fim a iluminação. (Veja maiores detalhes do estádio no post sobre minha visita recente à Assis).

Por fim, o acolhedor Dr. Adhemar de Barros, com capacidade para pouco mais de 1.000 pessoas estava pronto.

Foi nele que o time mandou seus jogos e por isso também é chamada de “Vermelhinha da Rua Brasil“.

Abaixo, fotos feitas pelo excelente pessoal do jogos perdidos:

Aqui a parte interna do estádio:

ferroviariassistadio

E essa do site www.umdoistres.com.br, de Assis:

Ferroviaria

Também conhecida como a “Veterana“, marcou época disputando a divisão de acesso até ser rebaixada pela FPF em razão da criação de uma lei que exigia um mínimo de 50.000 habitantes na cidade para que um time disputasse a segunda divisão.

Disputou assim, a 3ª divisão até 1976 quando disputou seu último campeonato profissional.

Abaixo, uma foto do time, na década de 60:

Mesmo em alta, o time via-se atolado em dívidas, o que obrigou o presidente daépoca, Joãozinho Maldonado a tentar vender “Mingo” o maior de seus craques à Portuguesa. Pra piorar, a Lusa achou que o valor era alto demais e não comprou o jogador que preferiu ficar trabalhando na Estrada de Ferro.

Os times que marcaram época como rivais da Veterana foram Ourinhense, Prudentina, São Bento/Marília, Corinthians de Presidente Prudente, ABC de Paraguaçú Paulista, Penapolense, Estrada/Sorocaba, Santacruzense e Pirajuense.

Achei alguns resultados do time (em jogos oficiais e amistosos) pela internet:

Ferroviária 3 x 1 Prudentina (04-10-1942)
Ferroviária de Botucatu 2 x 1 Ferroviária de Assis (11-10-1942)
Ferroviária 1 x 1 São Paulo FC (01/05/1957)
Ferroviária 2 x 5 São Paulo FC (07/09/1958)
Ferroviária 3 x 1 Corinthians (President Pruedente) (1959)
Corinthians (Presidene Prudente) 5 x 1 Ferroviária (1959)
Ferroviária 1 x 2 XV de Novembro (02/02/1963)
São Bento 1 x 1 Ferroviária (09/06/1963)
Ourinhense 3 x 3 Ferroviária (23/06/1963)
Ferroviária 2 x 2 União São João (19/01/1964)
União São João 5 x 2 Ferroviária (30/02/1964)

A tabela final da 2a divisão de 1950:

1 CA Linense (Lins)
2 AA São Bento (Marília)
3 EC Coríntians (Presidente Prudente)
4 A Prudentina de Esp. Atléticos (P.Prudente)
5 EC Noroeste (Bauru)
6 Bauru AC (Bauru)
7 São Paulo FC (Araçatuba)
8 AA Ferroviária (Assis)
9 Garça EC (Garça)
10 Atlético Brasil Clube (Paraguaçu Paulista)
11 Tupã FC (Tupã)
12 Bandeirante EC (Birigüi)

A tabela final da 2a divisão de 1951:

1 C.A.Linense (Lins)
2 A.A.São Bento (Marília)
3 E.C.Corinthians (Presidente Prudente)
4 Garça E.C. (Garça)
5 Bauru A.C. (Bauru)
6 A.A.Ferroviária (Assis)
7 E.C.Noroeste (Bauru)
8 A.Brasil Clube (Paraguaçu Paulista)
9 São Paulo F.C. (Araçatuba)
10 Tupã F.C. (Tupã)
11 A.Prudentina de Esp. Atléticos (P. Prudente)
12 C.A.Penapolense (Penápolis)
13 A.A.Ferroviária (Botucatu)

A tabela final da 2a divisão de 1952:

1 São Bento (Marília)
2 Garça (Garça)
3 Bauru (Bauru)
4 Ourinhense (Ourinhos)
5 Ferroviária (Assis)
6 Noroeste (Bauru)
7 Corintians (Presidente Prudente)
8 Ferroviária (Botucatu)

Abaixo a classificação do Paulista da segunda divisão, de 1958:

1 A Prudentina de Esp. Atl. (P. Prudente)
2 EC Corinthians (P. Prudente)
3 Garça EC (Garça)
4 Tupã FC (Tupã)
5 AA Botucatuense (Botucatu)
6 AA Internacional (Bebedouro)
7 AA Ferroviária (Botucatu)
8 AA Ferroviária (Assis)

Abaixo a classificação final do Campeonato Paulista da segunda divisão, de 1959 onde infelizmente a Vermelhinha ficou em último lugar:

1 EC Corinthians (Pres. Prudente)
2 AA São Bento (Marília)
3 Tupã FC (Tupã)
4 A Prudentina E. Atl. (Pres. Prudente)
5 AA Osvaldo Cruz (Osvaldo Cruz)
6 Rio Preto EC (São J. do Rio Preto)
7 Garça EC (Garça)
8 AA Botucatuense (Botucatu)
9 AA Ferroviária (Botucatu)
10 AA Ferroviária (Assis)

Infelizmente, em 1967, o clube perde uma partida decisiva contra o MAC (Marília Atlético Clube) e inicia-se uma crise agravada ainda mais com a ascensão de outro time da cidade, o VOCEM (veja a camisa dele aqui).

E assim como a Estrada de Ferro começava a perder a atenção para as grandes autopistas, a Ferroviária sai do profisionalismo em 1976, em detrimento do futebol moderno e caro. Mesmo fim de muitos times importantes do interior fizeram e ainda estão fazendo hoje em dia.

Uma prova viva do desinteresse cada vez maior do brasileiro pelo futebol.

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

15 Respostas to “39- Camisa da Ferroviária de Assis”

  1. Dinho disse:

    Venho acompanhando seu blog a pouco tempo, e acho ele muito interessante. Moro em Santo André também, e o Ramalhão é o meu segundo clube de coração (o primeiro é o Tricolor Paulista, porém este ano, não sei pq, a série A está mais interessante acompanhar o Ramalhão, do que o Tricolor, hehe)…
    Sobre seu comentário no final do post, o brasileiro ainda é interessado por futebol, mas a grande mídia só mostra os principais campeonatos, não prestigia as “séries B’s” (com exceção do ano passado e deste, afinal houve e há clubes tradicionais nesta série). Fica a cargo então de emissoras como a Rede TV que mostra a série B, e de um canal católico da TV a cabo que mostra as outras divisões do futebol paulista. O que falta é um maior interesse das mídias pelos clubes fora do eixo RJ-SP, mas hj em dia existe a internet e a sua democracia, aonde existem blogs como o seu, e de vários outros, que acompanham e cobrem o futebol que tem mais cara do Brasil, do que propriamente a série A ou B. Abraços.

  2. Bruno Roldan disse:

    Poxa, sou de assis, admirador de uniformes de times, e, torcedor de pequenas equipes espalhadas pelo Brasil.
    Fiquei feliz em ver contadas aqui duas histórias de minha infância: VOCEM e Ferroviária. Parabéns.
    Saí de Assis em 2006, mudei pra BH e hoje estou em Ubatuba, mas sempre sigo o nosso “fraco” futebol assisense hoje representado pelo pobre Atlético Assisense.rsrs. Ferroviária e Vocem estão ligados a minhas familias. Meu bizavô (familia paterna) estava nas primeiras formações da ferrinha, já meu tio (familia materna) nos primórdios do Vocem.
    A história é longa. Parabéns pela história, pelas camisetas e pelo respeito que trata os times por aqui.
    Considere-me um admirador de seu site.

  3. Camisa clássica mesmo !!!
    Parabens …

  4. bailecomsangue disse:

    Camisa bacana, assim como a história da Ferroviária. Triste é o destino que vem levando o futebol brasileiro. A tendência decretada pelo capital interacional será o esquecimento das equipes que não fazerem parte do seleto clube dos 13.

  5. bailecomsangue disse:

    Apenas completando….concordo que o brasileiro é desinteressado pelo futebol. Nossa relação com o esporte é bem mais distante que a dos argentinos, por exemplo.

    O brasileiro gosta de ver show, espetáculo….
    não de ver futebol. Raras excessões, como as torcidas da capital gaúcha (em grande escala) e os poucos torcedores de clubes pequenos tem ligação direta com o futebol.

    É por isso que eu acredito que em uns 50 anos, o Barcelona, Manchester, Milan, entre outros gigantes europeus, já poderão ter torcidas maiores que a dos times brasileiros por aqui. A simpatia do povo eles já tem. É pequena a porcentagem de brasileiros que vai, de fato, ao estádio de futebol. Só falta um pouco mais de tempo e algumas campanhas mais agressivas para ganhar nosso espectador. Pois o torcedor de verdade….já está cada vez mais raro.

  6. Antonio Carlos Nogueira disse:

    nao consigo lembrar desta foto do time em 1946 c os jogadores, sou de assis, e sempre torci p a ferroviaria de assis,odeio presidente prudente, bando de snobs bunda moles, assis perde p eles por causa de politicagem ai na cidade, ha mais de 50 anos, ai em assis ta cheio de F.D.P, mafiosos, porqe depois qe a ferroviaria parou, era o Sr. Marcelo(Marcelino) empregado e faxineiro do clube recreativo qe comandava os times de futebol de salao e depois montou o de campo ai(vocem),na vila operaria e eram sempre descriminados porqe nao estavam no centro de assis, na merda da midia, os da karaia da SOCYTE, em assis, mas sempre qe posso vejo resultados do nosso querido time de ASSIS,sempre tomo mais uma pra me contentar, e muito bom saber qe tem gente qe nao abandonou nossa CIDADE, ASSIS, Sao Paulo

  7. Salve Mauricio!!!

    Taí mais uma semelhança entre a gente… A estrada de ferro Sorocabana!!! Meu avô (Walter Netto) e os irmãos dele trabalharam lá a vida toda!!! Não por acaso eu moro aqui na rua Campos Novos, que fica a um quarteirão da FEPASA!!!
    Sobre a Ferroviária… Outro clube tradicional de nossa cidade, vale ressaltar que até meados da década de 90 o time ainda competia em torneios de divisão de base, mas hoje em dia está com seu departamento de futebol totalmente parado!!! Aliás, o clube em si está cada vez mais abandonado!!! Uma pena já que os mais antigos contam que nos bons tempos a Ferroviária endurecia jogando em casa até mesmo contra os grandes da capital!!! Muitos saudosistas afirmam que o São Paulo dançou em um amistoso aqui em Assis nessa época!!! Sobre o “seu” Mingo, curiosamente um dos grandes amigos do meu avô (ambos já são falecidos), além da Portuguesa, esse ponta passou também pelo Palmeiras… O que realmente determinou o fim de sua carreira foi uma contusão da qual ele nunca se recuperou, levando em conta que a medicina esportiva da época não tinha os mesmos recursos de hoje em dia!!!

    Muito legal esse trampo que você vem fazendo aqui no seu blog, Mauricio!!! Continue firme nessa pegada, mermão!!!

    Grande abraço!!!

  8. Em tempo, Mauricio: Confirmei hoje por aqui… E o Mingo nunca jogou no Palmeiras, então perdão pelo equívoco!!!

  9. DIOGO REIS disse:

    OLA SOMOS DE MARÍLIA, DE UMA EMPRESA DE CONFECÇÃO DE UNIFORMES, DENTRE ELES UNIFORMES ESPORTIVOS E VENHO POR MEIO DESTE OFERECER UMA PARCERIA COM O CLUBE DA CIDADE DE ASSIS. AGUARDI UM RETORNO, GRATO.

  10. João Cláudio Loureiro disse:

    Parabéns.
    Há que se coletar mais material sobre a história do futebol ou dos clubes de futebol na cidade.
    João Cláudio.
    Assisense de coração.

  11. ROBSON GILBERTO BRAGA disse:

    caro amigo ,
    A muito tempo procuro algo sobre a história da Ferroviária de Assis , pois sou bisneto do Sr. Lex um dos fundadores da Ferroviária. Quero saber como achar algo sobre a história desta gloriosa equipe. Se for possível me passe endereços da net para meu I mail : beto_braga@ig.com.br. Se alguém tiver alguma coisa me passe por favor.

  12. […] eu ter postado sobre o VOCEM e sobre a Ferroviária (é só clicar no nome dos times para ver os posts), enfim chegou avez do Clube Atlético […]

  13. jose carlos rossi disse:

    Assisti em Assis (tinha 8 anos) ao jogo Ferroviaria de Assis 2 x Sao Paulo Futebol Clube 5 . Era mes de setembro dia 07 e choveu muito em Assis, mas assisti
    em pe ao lado do alambrado o jogo. Que saudades.

  14. Alemão foi meu ídolo. Formou com Theo, no tempo do 4-2-4, o melhor meio de campo que a várzea de Assis já viu.
    Um abraço a todos.


Deixe um comentário para bailecomsangue

*