70- Camisa da Ferroviária de Araraquara

A 70a camisa tem o peso de uma das equipes mais tradicionais do interior paulista. Trata-se da Associação Ferroviária de Esportes, a Ferrinha!

Distintivo da ferroviária

E a camisa, não é uma qualquer, é a comemorativa à inauguração do Estádio Fonte Luminosa, após as reformas.

Fundada em 1950, por um grupo de trabalhadores da Estrada de Ferro Araraquara (EFA), o distintivo do time é o mesmo da EFA, com as letras ao contrário.

A cor Grená, segundo historiadores, foi adotada por ser a cor que distinguia as locomotivas da EFA.

Logo, foi iniciada a construção do estádio de futebol, que mais tarde levaria o nome “Dr. Adhemar Pereira de Barros“, conhecido como “Fonte Luminosa”.

Há inclusive um livro sobre o Estádio (compre-o aqui! se quiser)

Em 1951, no ano seguinte à sua fundação, a Ferroviária disputou sua primeira competição oficial, o Campeonato Paulista da Série A2 não conseguindo a vaga para a próxima fase.

Time de 1951

Em 1952, perdeu o acesso para o Linense, que goleou a ferrinha por 3 a 0 na final disputada no Pacaembu. (aliás, fomos ver o Linense semana passada, confira aqui!).

Em 1953, terminou em 2° lugar no hexagonal final conquistado pelo Noroeste.

Em 1954 o time de Araraquara sequer passa da 1ª Fase.

Somente em 1955, o sonho se torna realidade.

Num campeonato que só foi terminar em abril do ano seguinte, a Ferroviária goleou seu maior rival, o Botafogo por 6 a 3, na Fonte Luminosa lotada e assim, garantiu o acesso à Série A1 do Paulista conquistando seu primeiro título na história.

Em 1959, a Ferroviária fez sua melhor campanha num Campeonato Paulista da Primeira Divisão, alcançando o terceiro lugar.

No início dos anos 60, a Ferroviária consquitou destaque no cenário esportivo do país.

Foi a época de ouro do time, quando sua torcida criou raízes e suas cores começaram a ser temidas pelos adversários.

Em 1960, vencera o famoso time do Santos de Dorval, Zito, Pagão, Pelé e Tite. Tomaram de quatro a zero com Pelé e tudo.

Ainda em 1960, excursionou pela África e Europa e em 1963 e 1968, pelas Américas Central e do Sul.


Nos anos 70 o time manteve as boas atuações pelo paulista, oscilando grandes times, como o de 1971, 77 e 78 e times fracos como o de 1972.

Time de 1971

Os anos 80 começam com tudo, e logo em 1980, na disputa da Taça de Prata (a série B da época), o time realizou uma boa campanha chegando às disputas de uma das semifinais contra o CSA. Disputou essa competição também em 81.

Em 1983, o time disputou a série Ouro (o brasileirão), e ficou em 12o lugar, entre 40 equipes.

Os anos 90 trouxeram a realidade do futebol moderno para Araraquara. Enquanto o sistema de transporte extinguia as linhas ferroviárias, os custos do futebol quase acabaram com o time.

Em 1994 foi vice campeã da série C, disputando a série B em 1995 e 1996, quando desistiu de disputar a série B.

Ainda em 96, a Ferroviária venceu apenas uma partida np paulistão e foi rebaixada para a Série A2. Achei um vídeo de uma derota para o Palmeiras:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=ZBF3pqd1MEI]

Na Série A2, em 1997, a Ferrinha continuou em queda livre e foi rebaixada para a Série A3 em 1998, com o time:

Time de 1997

A pane na locomotiva não parou por aí, e por mais dificil que fosse acreditar, a Ferroviária alcançou a série B1 (quarta divisão).

A virada  começou em 2001, com o acesso à A3. Mas empacou em 2003, com o retorno à B1.

Os anos 2000 pareciam fulminar o futebol em Araraquara, e como resposta, em 2004, o clube se tornou empresa, denominada Ferroviária S.A.

A primeira campanha sob a nova direção foi marcada por goleadas e assim, o time garantiu o acesso à Série A3.

Em 2006 conquistou o título da Copa Federação Paulista, com acesso à Copa do Brasil no ano seguinte.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=dpRno1O0G4I]

Em 2007, conseguiu deixar a Série A3 do Campeonato Paulista e depois de 10 anos, voltou para a Série A2.

Em 2009 foi novamente rebaixado, disputando a Série A3 atualmente (2010), com o time abaixo:

O mascote da Ferroviária, como não poderia deixar de ser, é uma locomotiva:

O tradicional Hino da Ferroviária pode ser ouvido no vídeo abaixo:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=g4HLQTOxXSQ&feature=related]

O estádio Fonte Luminosa, onde a Ferroviária manda seus jogos agora é municipal.

Recentemente passou por grandes reformas transformando-se numa arena multiuso. A nova capacidade é de mais de 20.000 torcedores, todos os lugares com cadeiras.

Vale a pena ver a torcida apoiando o time:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=oDHHnhHTsBU]

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=tepZu4HxYMQ]

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=lYO4NU9VwAo&feature=related]

Apóie o time da sua cidade

Antes que alguma grande rede de supermercados o compre!

6 Respostas to “70- Camisa da Ferroviária de Araraquara”

  1. Mateus disse:

    Ótimo trabalho !!!!
    Viva a Ferroviária, a tradição do interior paulista !
    E dias melhores hão de vir !!!

  2. Diego disse:

    Mtu bom trabalho sobre a gloriosa FERROVIARIA!!!
    Parabens

  3. Nicolas disse:

    Ótimo trabalho e a Ferroviária, se tudo der certo, se encontrará novamente na A-1, o lugar de onde nunca deveria ter saído, em 2012

  4. Ricardo Pazini disse:

    Eis o manto sagrado grená,nossa segunda pele aqui em Araraquara, Parabéns pelo trabalho das camisas..

  5. […] 1952, finalmente sagrou-se Campeão da 2ª Divisão, contra a Ferroviária, chegando à 1ª Divisão, com o […]

  6. marcos disse:

    Gostaria de saber em que ano o jogador Duda Peleteiro ou Francisco peleteiro jogou no time da Ferroviaria?acho que foi na decada de 70
    Muito Obrigado


Deixe um comentário

*