O futebol profissional em Botucatu

Estrada.

Sem dúvidas, minha vida é marcada pela estrada. Ir, voltar… A estrada materializa toda a minha vontade de permanecer em movimento.

Essas fotos são do meio do ano, quando fomos até Assis, acompanhar o jogo do Assisense. Nosso destino? Siga em frente…

Botucatu era nossa meta. Aliás, o grande objetivo era visitar o Estádio onde a lendária Ferroviária de Botucatu mandava seus jogos.

E lá estávamos nós, eu, a Mari e meu pai (que ultimamente tem estado em quase todas as visitas a Estádios…).

O Estádio, localizado dentro do ainda ativo clube da Ferroviária, chama-se Dr. Acrísio Paes Cruz.

Ele foi inaugurado em 1945, época em que o futebol do interior paulista era fortíssimo e recheado de lendas, mitos e fábulas.

Época em que o futebol de Botucatu era uma potência local, como nos mostram as diversas fotos muito bem distribuídas pelo clube, colaborando com a manutenção da história local.

Estar presente num local desses desperta dois sentimentos interessantes. Primeiro, a satisfação de poder ao menos pisar em um lugar histórico para quem gosta de futebol. Mas logo em seguida vem uma “saudade de algo que não vivi” que me dá vontade de voltar no tempo só pra ver como era um jogo por aqui…

Pra quem quer saber como é o estádio, como um todo, fiz um breve vídeo dele, confira:

Detalhe para as arquibancadas, de madeira, com mais de 50 anos de idade… É de se emocionar ou não? Incrível como o futebol ensina arquitetura, história…

E as arquibancadas parecem ter parado no tempo, como que aguardando o retorno dos tempos de glórias…

O clube parece ter se preocupado com o resgate da história e usa a imagem dos seus heróis para embelezar ainda mais o lugar!

Outro cuidado que pode se perceber é com o gramado. Ao menos na época da visita, estava muito bom!

E aí não tem jeito. Ao ver um clube assim com tanta história tão bem cuidado, vem na cabeça a manchete sonhada: “Ferroviária de Botucatu celebra seus 70 anos e disputará a série B do Campeonato Paulista”.

Ok! Algumas coisas do estádio, embora pitorescas e valiosas exatamente por isso, talvez precisem ser reformadas para um retorno ao profissionalismo…

Mas é olhar de novo pro campo e ver que a energia do futebol ainda paira sobre ele. Décadas de disputas, rivalidades, amor e ódio compartilhado nas arquibancadas de madeira que merecem ser reacesas!

Um distintivo, que embora homenageie o poderoso São Paulo, da capital, tem seu valor próprio!

Um céu azul, característico do interior de São Paulo que pede de volta os rojões e fogos de artifício avisando que a Ferroviária está de volta aos céus…

Bom… São apenas sonhos de uma pessoa que não acredita nesse progresso que invade todas as cidades do Brasil. Sonhos de alguém que fica feliz em ter mais uma foto em frente de um estádio, como se isso ajudasse a manter viva a história de um clube, de um esporte, de uma cidade, no fundo… sua própria história.

Além de tudo o tempo atual é cada vez mas curto e corre mais ligeiro. É hora de um último olhar para o campo.

Uma última memória, um último gol fantasiado, assim como meu irmão fazia no tapete com seus jogos de botão.

O registro daquele que me ensinou e daquela que me apoia nessa busca incessante.

Antes de ir, ali no piso, o adeus de um distintivo que quem sabe ainda voltará a brilhar no profissionalismo.

Privar uma cidade de um time de futebol no campeonato paulista, independente da série, é privá-la de uma expressão cultural importante. Por isso APOIE O TIME DA SUA CIDADE!

Hora de seguir adiante. Atravessamos a cidade, vendo que aos poucos a força mercantilista das grandes corporações como o “inofensivo Habib’s” começa a calar os pequenos botecos.

O futebol não é exceção. É reflexo. O mundo está mudando e pra pior. E vai seguir assim enquanto as poucas pessoas que pensam diferente e que não concordam com isso continuarem caladas. Mudar não é tão difícil quanto parece. Basta atitude. A estrada aliviaria meus pensamentos até Assis…

6 Respostas to “O futebol profissional em Botucatu”

  1. João Vitor disse:

    Pra variar,belo post,belo texto e uma linda história!!!
    Abração!

  2. KADU disse:

    Show de bola!Bélissima matéria! e esse ano esse estadio sera utilizado pelo novo time da Cidade!

  3. Maravilhosa matéria, seo MAU!
    Que beleza!
    O estádio “emana” história e tradição, resultando realmente em um sentimento nostálgico. Concordo com o João “in totum”. O texto também no conduz ao pensamento de que nem sempre o moderno é melhor e mais cômodo, e infelizmente, nosso mundo está à passos largos indo para uma era muito ruim e chata!
    Que bacana aqueles totens informativos espalhados no estádio… Belo resgate e manutenção de valores do clube!
    Abraços!

    Ander-Curitiba

  4. Geraldo disse:

    Mau, mais uma vez, você deu um show. Parabéns.
    Geraldo – Mogi Guaçu – SP

  5. david libeskind sirota disse:

    o distintivo da ferroviaria parece com o do primavera q por sua vez se parece com o são paulo hehe !!

  6. […] estivemos outrora em Botucatu, para conhecer o Estádio Dr. Acrísio Paes Cruz. Veja aqui como foi essa […]


Deixe um comentário

*