Um time que maltrata corações…

De que adianta um estádio, se a torcida não está lá?

Pra que servem as partidas, se as emoções não são mais reais…

O E.C. Santo André está a um passo de alcançar seu pior momento em toda sua história. Chegar à série A3 representaria isso.

Assim, de nada valem as esperanças e emoções partilhadas entre os amigos nas bancadas…

Alguns não desistem nunca. E é isso que dá animo a pessoas como eu.

Mas me pergunto até quando conseguiremos manter, ainda que em pequenos públicos, o amor aos times que não fazem parte da elite do futebol brasileiro.

Os sobreviventes desse amor à moda antiga fazem o que podem. Estampam o amor nas camisetas, nos bonés, nas malas…

E esse apelo vale para todos os times. Para o meu Santo André, como para o pessoal do Grêmio Barueri, que já sofreu na pele as consequências dessas novas “manias” dos dirigentes do futebol moderno.

Aliás, assim como está começando a ocorrer com o Ramalhão, no caso do Barueri, as torcidas organizadas tem representado o último grito pela manutenção do seu time.

Mas no caso específico do Santo André, mais do que as influências externas, vivemos uma sequência de problemas de gestão que podem rebaixar o time mais uma vez…

Um novo rebaixamento praticamente esconde o time da mídia e até dos moradores da cidade, que neste ano não puderam assistir a uma partida sequer em nosso estádio, já que o mesmo estava interditado.

Na luta contra o rebaixamento, perdíamos até os últimos segundos, quando um gol milagroso (e enganador ao mesmo tempo) deu nos o empate por 1×1.

Um dos poucos momentos de comemoração e felicidade nestes dias difíceis…

Destaque também para a faixa do pessoal da Fúria em homenagem ao Lucas, torcedor que faleceu no primeiro dia do ano.

E fica também nossa presença, independente do resultado. Os estádios são nossa segunda casa.

Embora seja do nosso rival São Caetano, a vista aqui é bem legal hein?

Abraços aos torcedores do Barueri que também compareceram e fizeram o jogo ter mais emoção, ao menos nas bancadas, nas disputas entre a Fúria e a Guerreiros. E que a disputa siga assim, sem violência.

E viva os gordos nos estádios! Contra os regimes e o futebol moderno!

Apoie o time da sua cidade!!!


3 Respostas to “Um time que maltrata corações…”

  1. Robson disse:

    E ae mau blz? Aqui em São José dos Campos também estamos sendo maltratados, mais uma derrota ontem jogando em casa, e o pior é q o time jogou bem, mas tomou gols bobos ae resultado final Norusca 3 x 2 São José, domingo é contra o São Bernardo é vencer ou vencer pra ter alguma chance de classificação e fugir do fantasma do rebaixamento, ae na semana q vem é contra o ramalhão ae, vi no site da fpf q o jogo vai ser no Bruno José Daniel mas com portões fechados, essa informação procede ae? Grande abço, parabéns pelo blog sempre venho acompanhando e que nossos times possam sair dessa draga, fica na paz.

    • asmilcamisas disse:

      Aqui em Santo André a situação está muito difícil… O time não reage, a SAGED (empresa que gere o time) parece conformada e também não se mexe, a prefeitura conseguiu acabar com o estádio e a população abandonou o time… Amanhã tem jogo em casa e confere a informação… Não teremos torcedores presentes… Uma vergonha. Estou esperando chegar ao fundo do poço, e pelo visto ainda temos o que piorar…

  2. Anderson Vianna [Camisas & Manias] disse:

    Show de post. Fico aqui na torcida para que tudo acabe bem…


Deixe um comentário

*