Vá ao cinema… Ou vá ler um livro… Ou… sei lá… divirta-se um pouco…

Quinta feira, pré feriado de Páscoa, eu e a Mari fomos ao cinema para enfim assistir ao filme “Heleno”, que conta a história de um dos primeiros jogadores da linha “polêmicos” do Brasil.

O filme é mais uma prova desse novo momento do cinema brasileiro, com muita qualidade de produção e atuação.

É interessante que o filme tem um olhar artístico sobre um tema bruto, na linha sexo, drogas e futebol.

Soma-se a isso uma história incrível e temos a receita perfeita para um bom filme.

Mas… Confesso que o resultado final como um todo não me fez chorar. Ou não me emocionou como eu esperava.

E acho que o grande culpado chama-se Marcos Eduardo Neves, que lançou há alguns anos o livro “Nunca houve homem como Heleno” e que para mim é a melhor opção no estilo “Biografia”(Se é que pode se dizer que é uma biografia…).

O livro é detalhado, fácil de ler e riquíssimo em detalhes, histórias e emoção.

Por isso, vai a dica, não faça como eu. Primeiro assista ao filme e só depois leia o livro. Será uma experiência mais complementar.

Ou… Não faça nada… Mas divirta-se…

Deixe um comentário

*