VISITANTES cantando pelo Ramalhão

Em Maio de 2011, além dos maus resultados em campo, o torcedor do Santo André ganhou uma outra “bomba” para se preocupar.

O Estádio Bruno José Daniel teve sua marquise (que cobria as cadeiras numeradas) demolida.

Ficamos sem casa, mandando nossos jogos em Araras (mais de 200km de Santo André) e chegando ao absurdo de jogar com os portões fechados, que nos obrigou a assistir aos jogos em cima das árvores que rodeiam o estádio, sobre caminhões e carros, ou até mesmo entrando ilegalmente no estádio como jornalistas.

Esse som é a nossa forma de protestar contra essa ação do então prefeito Aidan, e ao mesmo tempo de lembrar a atual administração que estamos no aguardo da nossa casa de novo.

Queremos o Brunão aberto a todos os torcedores e como era antes.

Deixe um comentário

*