O futebol profissional em Jundiaí

Distintivo do São João FC

Fevereiro de 2019, 19hs e a luz do sol ainda se faz presente, decidi dar uma paradinha em Jundiaí para registrar um time que também representou a cidade nas disputas profissionais da Federação Paulista.

O São João FC foi fundado em 14 de Abril de 1913 e participou de 3 edições da competição equivalente à série A2, de 1948 a 1950.

São João FC - Jundiaí

A partir de 1967, passou a se chamar Clube Recreativo São João, desde 1989, apenas Clube São João.

Distintivo do Clube São João

Atualmente, o clube possui uma sede social e esportiva voltada para seus associados, na Rua Dr Oswaldo Cruz, 231, em Jundiaí.

São João FC - Clube São João - Jundiaí

Estive lá e pude conversar com alguns sócios que ainda se lembravam da época do futebol profissional.

São João FC - Clube São João - Jundiaí

Um deles disse que naquela época, o campo ficava onde estão atualmente as piscinas e o ginásio, ocupando boa parte do terreno.

São João FC - Clube São João - Jundiaí

O time teve como destaque o jogador Romeu Pellicari, eleito pela imprensa da cidade como o maior craque da história de Jundiaí e que chegou a jogar a Copa do Mundo de 1938.

Há tempos que o futebol profissional deixou de ser um sonho para o clube, mas mesmo assim é válido resgatar sua história principalmente para aqueles que pensam que o futebol em Jundiaí limita-se ao tradicionalíssimo Paulista de Jundiaí.

Já estivemos em diversas partidas do Santo André, no Estádio Jayme Cintra, mas alguns anos atrás também estivemos lá apenas para um registro do Estádio e aproveito pra postar essas fotos aqui.

O nome completo do estádio é “Doutor Jayme Pinheiro de Ulhôa Cintra” (um ex-presidente da antiga e extinta Companhia Paulista de Estradas de Ferro).

Ele fica localizado na Praça Doutor Sallim Gebran, e foi inaugurado em 30 de maio de 1957, com um amistoso entre Paulista e Palmeiras, no qual o Paulista venceu por 3 a 1.

O Estádio tem capacidade para cerca de 15 mil pessoas (ainda que já tenha recebido 29 mil torcedores no passado, num jogo entre Paulista de Jundiaí e Santos).

Essa sombra à esquerda sou eu.

Aqui, eu de novo, com cara de besta.

O Estádio Jayme Cintra é, sem dúvida um templo do futebol paulista. Aqui dá pra se ter ideia do campo:

Mas, houveram outros belos estádios além destes dois citados acima que também receberam partidas do profissionalismo.

É o caso do Corinthians Jundiaiense Foot-Ball Club, fundado em setembro de 1913.

Distintivo do Corinthians Juniaiense

O time foi campeão do Interior Paulista em 1920.

Corinthians Jundiaiense campeão

O Corinthians Jundiaiense usava o Estádio da  Cia. Tecelagem Japy, que ficava localizado na área ocupada atualmente pelas indústrias Dubar, nos altos de Vila Arens, com capacidade para 10.000 torcedores. Em 1957 foi destaque na Gazeta Esportiva:

Corinthians Jundiaí

Foi lá que se realizou a primeira partida entre o time jundiaiense e o SC Corinthians Paulista, no dia 05/09/1915.

Esádio do Corinthians Jundiaiense

O Corinthians Jundiaiense chegou a iniciar a construção de seu estádio próprio, mas acabou abandonando a obra que se tranformou no Estádio da Associação Primavera de Esportes.

Estádio APE Primavera - Jundiaí

Estádio da Associação Primavera de Esportes - Jundiaí

Tive a oportunidade de visitá-lo e pude conhecer um pouco da parte interna do Estádio. O clube atualmente tem se mantido dentro do futebol amador e conta com uma importante parte social (academia e uma piscina gigante!).

Estádio APE Primavera - Jundiaí

Mas, vale sempre lembrar, que já foi palco do futebol profissional, ainda que a Associação Primavera nunca tenha disputado.

Associação Primavera de Esportes - Jundiaí

Aqui, além do campo bem gramado, pode se ver que a área foi mesmo reservada par aum estádio, tendo grandes espaços para arquibancadas ao seu redor.

Associação Primavera de Esportes - Jundiaí

Aliás, dizem que originalmente, foram oferecidas duas áreas para a construção de um estádio em Jundiaí e por pouco o Estádio Jayme Cintra não ficou nesse local. Aqui, o gol do lado esquerdo:

Associação Primavera de Esportes - Jundiaí

Aqui, o do direito:

Associação Primavera de Esportes - Jundiaí

E mais uma vez, registramos nossa presença em um palo do futebol paulista.

Associação Primavera de Esportes - Jundiaí

Associação Primavera de Esportes - Jundiaí

Associação Primavera de Esportes - Jundiaí

Outro time da cidade a disputar o profissionalismo foi o Paulistano Futebol Clube, fundado em 23 de junho de 1978 e que jogou oito edições do campeonato paulista da terceira divisão, entre 1980 e 1987, três edições da quarta divisão, entre 1988 e 1990 e uma edição do paulista da quinta divisão, em 1979.

Distintivo do Paulistano de Jundiaí
O amigo Ivan Gottardo (torcedor e pesquisador do Paulista e grande conhecedor do futebol jundiaiense) me disse que o Paulistano FC existiu até o começo dos anos 90 e que até chegou a mandar alguns jogos no Jayme Cintra, mas a grande maioria dos seus mandos foram no Estádio Francisco Dal Santo, atualmente um Centro Esportivo, bem na entrada da cidade. E lá fomos nós para registrar mais um estádio!

Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

style=”text-align: left;”>

E se alguém perguntar quem foi Francisco Dal Santo, ta aí!

Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

Como disse, agora, o estádio recebeu uma série de outros equipamentos e se transformou em um Centro Esportivo.

Centro Esportivo Francisco Das Santo

>Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

Mas o mais importante segue por ali: o campo de futebol. Em meio à cidade de Jundiaí que também segue em crescimento vertical, como se pode ver pelos novos prédios no seu entorno.

Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

Durante nossa visita, pudemos assistir a um incrível embate entre times de categorias de base, os quais não sei identificar.

style=”text-align: center;”>

Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

Pelo menos dá pra se ter uma ideia do campo…

Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

E lá vamos nós, em mais uma presença…

Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

Aqui um olhar no meio campo.

Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

Pelo que conversei com uma das pessoas que trabalha no atual Centro Esportivo, o antigo Estádio passou por uma série de trnasformações, inclusive no campo, mas a arquibancada permanecxe no mesmo local original.

Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

Vamo, bandera!!!!
Estádio Francisco Das Santo - Jundiaí

Além dos dois “similares” dos times da capital, vale relembrar a existência do Hydecroft Foot-Ball Club, time composto por alunos do Gimnásio Hydecroft, um colégio de Jundiaí.

Hydecroft Foot-Ball Club

O time foi fundado em 31 de dezembro de 1913, e merece lembrança por ter sido o primeiro time do interior do estado a disputar o Campeonato Paulista, em 1914 (o campeonato da APEA).

Hydecroft

O Corinthians da capital foi campeão, enquanto o Hydecroft, que mandou seus jogos no Parque Antártica abandonou o torneio, e seus pontos acabaram não computados.

Ele lembrou ainda do Jundiaí FC, fundado em 1973 e que disputou a terceira divisão em 1975 e 1976.

Distintivo do Jundiaí FC

Mandaram seus jogos no campo da Associação Primavera de Esportes, no Francisco Dal Santo e até na cidade vizinha de Louveira.

Estádio APE Primavera - Jundiaí

Ainda é necessário lembrar da Associação Atlética Ipiranga de Jundiaí!

Distintivo da AA Ipiranga

A equipe conhecida como “Falcão Negro” foi fundanda em 09/11/1920 e disputou duas edições do Campeonato Paulista da Série A3: em 1961 e 1962, e mandou seus jogos no Estádio Nacional.

Por fim, e não menos importante, falemos da a Associação Esportiva Promeca!

Distintivo da AE Promeca

Fundada em 21 de abril de 1955, a AE Promeca na verdade não é de Jundiaí, foi o único clube da cidade de Várzea Paulista que disputou o Campeonato Paulista de futebol profissional.

Vale lembrar que na época em que disputaram o profissionalismo, Várzea era um distrito de Jundiaí. Olha o time de 1962:

AE Promeca de Jundiaí

O time tem esse nome porque foi formado por funcionários da empresa Promeca.

A equipe mandava seus jogos no Estádio do Nacional e em breve iremos registrá-lo em fotos e complementar este post.
Assim, encerramos nosso breve relato sobre o futebol profissional jundiaiense.

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

 

2 Respostas to “O futebol profissional em Jundiaí”

  1. Paulo Vanderley Buzatto disse:

    Belo trabalho sou de Jundiaí e esta publicação me ajudou a matar saudades do futebol de antigamente.


Deixe um comentário

*