Santo André x Palmeiras B

Só pra constar aos meus amigos amantes do rock e do futebol, na semana passada conseguimos fazer aquilo que sempre sonhamos.

Levamos o rock para as arquibacadas!

A sede a Fúria Andreense recebeu a turnê da banda argentina Muerte Lenta. Tocaram ainda 88Não! (do ABC) e Visitantes (que é a banda formada por mim, a Mari e o Gui.

Pra quem quer ver como está o nosso som:

Esse ao centro é o Tano, vocal do Muerte Lenta e fã do Ramalhão desde sua primeira estadia no Brasil, em 1999:

Mas além do show, também teve jogo. Em casa, pero no mucho.

Como o Estádio Bruno José Daniel segue com problemas, o jogo rolou no Anacleto Campanela.

Some esse problema ao fato de estarmos na série A2 e o resultado é … público pequeno…

Assm, somamos aos trapos e faixas do Santo André, a do Muerte Lenta!

O jogo era entre Santo André e Palmeiras B, duas equipes que tendem a ocupar as posições dianteiras da A2.

E lá estávamos nós!

A Fúria Andreense teve “problemas de relacionamento” com a polícia local e não pode entrar com suas faixas, nem camisas.

Em campo, um jogo pegado. Primeiro tempo virou 0x0.

No segundo tempo, além de terem que entrar sem seus uniformes, a Fúria foi praticamente expulsa do Estádio pela polícia militar.

O segundo tempo foi marcado pela melhor atuação do Sato André, que abriu um 2×1, garantindo mais três pontos!

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!

5 Respostas to “Santo André x Palmeiras B”

  1. Eduardo disse:

    Cara, olhando o “buteco da Fúria” tive uma boa idéia pra ti.

    Pesquisar, visitar e explorar os botecos “temáticos”, exclusivos para torcedores de algum clube.

    É algo mais underground e mais autêntico que a convencionalidade dos estádio. Claro, requer mais disposição e grana, mas devem ser boas experiências.

  2. Robson disse:

    Ae mau, maneiro o som “busão lotado” muito bom cara, parabéns, cada dia que passa as “autoridades” vem A.C.A.B.ando com as torcidas organizadas e com a vontade de quem curte a festa e um estádio cheio de trapos, uma pergunta como o trapo da muerte lenta entrou, os caras não tão cobrando ofício? Eu mesmo larguei mão de levar um trapo q eu tenho por causa dessa burrocracia (com 2 erres mesmo) vi em outro blog q vc chegou a fazer uma bandeira do Santo André com um carinha punk, bem loca, q fim teve ela? Abço, quem sabe a gente se tromba nas bancadas por ae, se bem q no jogo Santo André x São José será numa quarta feira as 15 hs ae vai ser osso de acompanhar, mas blz, parabéns pelo blog e pela banda.

  3. Brasileiro disse:

    Então, aqui no interior, exatamente no Palma Travassos, estádio do Comercial F.C. de Rib.Preto, estamos vivendo um problema com uns tapumes de aço colocado no alambrado. Segundo informações e clube, exigência da PM. Não é o momento da gente iniciar uma campanha contra a presença da polícia militar nos estádios. Exigir uma segurança não repressiva. A PM manda e desmanda livremente por conta do histórico de violência das torcidas, mas isso tem que mudar.

    • asmilcamisas disse:

      Demorou para essa reação contra os abusos da polícia… Ninguém é contra a segurança, mas quando o que deveria “proteger” começa a preocupar… tem coisa errada.

  4. Ola amigo tudo ok.
    Estava neste jogo, só que do outor lado na torcida do Palmeiras.
    Realmente achei estranho o comportamento da torcida ao entrarem todos sem camisa. E mais estranho foi no segundo tempo quando praticamente nao ficou ninguém na arquibancada.
    Nós que frequentamos os estádios sabemos as dificuldades que os torcedores organizados passam para incentivar seu time do coração.
    Infelizmente acho que tudo vai piorar ainda mais e veremos as arquibancadas cada vez mais vazias.
    Um abraço.


Deixe um comentário

*