Santo André 1×0 Portuguesa- Rj – Técnico novo, cara nova!

21 de maio de 2022.

Num sabadão em que o sol ajudou a espantar o frio, o EC Santo André se reencontrou com sua torcida para tentar se recuperar na série D do Campeonato Brasileiro.

Dia de estreias no Brunão. No banco de reservas, Renato Peixe ocupa o lugar de Palhavan, que não resistiu `à derrota em Barueri. Foto do Instagram do EC Santo André:

Já na arquibancada, foi a vez do Matheus conhecer o Estádio Bruno José Daniel. Que você possa viver tantas aventuras e momentos agradáveis como vivemos nós que já estamos nessa bancada há algum tempo…

O Matheus é filho do amigo Nelsão, companheiro de arquibancada e de tantas outras aventuras nessa vida.

Do outro lado da bancada, 3 torcedores da Portuguesa carioca acompanharam o seu time e por isso merecem o respeito!

Vale lembrar que a Associação Atlética Portuguesa, também conhecida como a “Portuguesa carioca” foi fundada em 17 de dezembro de 1924 (há 2 anos do seu centenário) no bairro da Portuguesa, na Ilha do Governador, e tem entre suas conquistas 3 Campeonato Carioca da Segunda Divisão (1996, 2000 e 2003), 2 Copas Rio (2000 e 2016) além de um digníssimo terceiro lugar no Campeonato Carioca de 2021, e de uma vitória histórica sobre o Real Madrid por 2 a 1 em pleno Estádio Santiago Bernabéu, em 1969.

Em campo, fiquei pensando nos planos que os 22 jogadores perfilados devem ter. Com certeza, ninguém está satisfeito em jogar uma série D, mas a concretização desses sonhos passa por um mesmo ponto: ganhar a partida de hoje.

O time do Santo André já demonstrou o quanto amam a camisa e a torcida, mas sabem que se não obtiverem resultados em campo, esse amor não sustentará e por isso se unem ainda mais…

Diretamente ligada aos maus resultados, a presença do público tem diminuído a cada jogo, embora se faça presente não só por meio das organizadas como também do torcedor comum.

Gente que tem suas preocupações cotidianas e que mesmo em uma tarde fria decidiu acompanhar o time que leva o nome da sua cidade.

Tudo pronto? Vamos dar aquela olhada geral para o campo segundos antes do árbitro iniciar a partida!

E o jogo começou com um Santo André mais ousado, conquistando logo de cara um escanteio, que foi mal aproveitado.

O clima do nosso estádio sempre está animado graças à presenças das torcidas organizadas, e mais uma vez lá estava a Esquadrão Andreense!

A Fúria Andreense também se fez presente!

Infelizmente mais uma vez a Polícia Militar não permitiu a entrada de nenhum tipo de identificação da torcida, fossem camisas ou faixas…

Mesmo despida de sua identidade visual, a Fúria Andreense fez o que pode para apoiar o time!

Nunca vamos nos esquecer de registrar também a TUDA, a mais antiga torcida organizada do Santo André!

Em campo, o time parecia diferente, aliás… jogava mesmo como um time, apresentando triangulações e trocas de passe que até então não eram vistas.

Além disso, o time forçava a marcação na saída de bola da Portuguesa carioca, e foi de uma dessas roubadas que saiu o nosso gol, dos pés de David Ribeiro, um jogador que tem muito carinho da torcida e que sabe o quão importante esse campeonato é para a sequência da sua carreira! Confira o gol:

E com tantas emoções presas no coração, a comemoração teve que ser ali com a torcida!

No segundo tempo o Ramalhão apresentou um certo cansaço, talvez pela marcação intensa realizada até então, e de certo modo até levou certa pressão, mas conseguiu garantir a vitória nas estreias de Renato Peixe e do Matheus!

Assim, o jogo foi chegando ao fim tendo como pano de fundo um belo entardecer de outono e a Esquadrão de trilha sonora.

Nada como uma vitória em casa para renovar os ânimos e principalmente dar confiança nessa nova fase do time com o treinador Renato Peixe.

E um abraço pro amigo André que está sempre presente!!

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

Deixe um comentário

*