Em busca do Estádio perdido em Vitória – ES

Muita gente, inclusive boa parte dos próprios capixaba, simplesmente ignora o futebol do Espírito Santo.

Nós tivemos a oportunidade de conhecer um pouco de Vitória e Barra Velha, no carnaval de 2013 e ficamos animados com um possível fortalecimento da “cena boleira” do estado.

Ficamos na capital Vitória, mas pudemos conhecer também Vila Velha, Serra, Cariacica e Domingos Martins.

Pra quem não conhece Vitória, dá uma olhada no mapa da cidade!

Como deu pra ver no mapa a cidade na verdade é uma ilha! E dá lhe belas paisagens com água!

Falando um pouco do futebol local, taí o que eu consegui nessa viagem (aos chatos de plantão, são duas cópias baratas, bem baratas):

A orla das praias lembra até o Rio de Janeiro, e pra quem prefere um pouco de sossego à agitação da capital carioca, Vitória é uma excelente opção.

Aliás, se você está pensando em viajar para lá, mas fica se perguntando: O que fazer em Vitória-ES, vale a pena dar uma olhada nas fotos e locais abaixo!

Aqui é o pier de Iemanjá, na pria Camburi.

Aí a Iemanjá!

Como Vitória é uma ilha, toda hora você se vê em cenários assim, com água entre a cidade e onde você está. É bem bacana!

E pra quem gosta de nadar… Homem ao maaar!!!

Falando um pouco da cultura local, nós fomos na caminhada (mais de 2 horas andando) até o coletivo de Artesãs, do bairro de goiabeiras.

Lá estão as famosas paneleiras que produzem as panelas de barro, tão conhecidas Brasil afora.

Aí está a Mari e duas delas. O pessoal é bem simpático e gente fina!

E o trabalho é feito ali mesmo, na frente dos clientes.

E já que falamos em panelas, não podíamos deixar de falar nas tradicionais moquecas capixabas. Aqui, em uma incrível versão vegetariana: moqueca de banana!!!

Mas vamos ao foco deste blog: o futebol! Nossa parada é o Estádio Venâncio da Costa, onde o Vitória F.C. manda seus jogos.

Começou a ser construído em 1962 e só foi inaugurado em abril de 1967, na partida Vitória 0 x 1 Botafogo-RJ.

Que tal uma olhada nele?

O Estádio é chamado de “Ninho da Águia” e tem capacidade para quase 7 mil pessoas.

Em 2006, recebeu mais de 7 mil torcedores no jogo Vitória 3 x 1 Estrela.

O Vitória Futebol Clube é o dono do estádio, e o nome é uma homenagem ao presidente do clube, responsável pela construção do estádio.

Até o início dos anos 60, o time não tinha nem estádio nem sede, e mandava seus jogos no estádio Governador Bley, em Jucutuquara.
As obras de construção do estádio do Vitória começaram em 1962.

Esse é o Flávio, que nos deu uma força para conhecer a cidade e os estádios locais!

Mais uma bilheteria para a nossa conta!

O clube usou carnês, rifas e tudo que era possível para conseguir arrecadar dinheiro para concluir o estádio.

E o resultado ta aí…

O estádio está muito bem cuidado.

Arquibancadas cobertas…

E ainda tem lugar pro estádio crescer…

Ao fundo pode se ver um pouco da cidade de Vitória.

Aqui, dá pra ver que o alambrado é bem pertinho do campo.

Existe um projeto atual para a construção de um shopping no complexo e deixar o estádio com capacidade para 10.000 torcedores.

Aqui, o placar de la cancha capixaba!

E aí vamos nós… Até breve, Vitória!

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

5 Respostas to “Em busca do Estádio perdido em Vitória – ES”

  1. Evandro Abramov disse:

    Reportagem muito boa. Parabéns.

    Vou tentar te enviar as camisas do São Mateus e do Linhares, do Espírito Santo.

    Abraço.

  2. […] o post anterior sobre o futebol capixaba (veja aqui como foi), a 164ª camisa de futebol do nosso blog vem, pela primeira vez, do Espírito […]

  3. Leandro disse:

    Maravilhosa matéria sobre minha terra e minha Desportiva Ferroviária. Excepcional sua dedicação na proposta do blog. Parabéns e Volte sempre! 😀


Deixe um comentário

*