As aventuras de 2 hinchas de LA U em Santo André

O torcedor brasileiro é bem confuso.

“Baba o maior ovo” pra Libertadores e trata a Copa Sulamericana, como se fosse um castigo ao qual alguns clubes são obrigados a sofrer.

Dessa forma, a RECOPA acaba sendo ainda menos importante. Prova disso é que apenas pouco mais de 30 torcedores santistas foram até o Chile acompanhar o jogo de ida contra a La U.

A mostra de como o restante da América Latina trata essas competições foram os 3 mil torcedores chilenos que vieram ao Brasil acompanhar a final contra o Santos, da qual o time praiano saiu campeão.

A foto abaixo é do ótimo blog www.futeboldecampo.net e mostra os chilenos no Pacaembú.

Pra mim, o futebol é uma cultura de amizade e união. Assim, a Sulamricana (e a RECOPA) é uma oportunidade incrível para conhecer novos times e novas pessoas.

Por isso, fiquei contente com a possibilidade de conhecer Jose Miguel e Javi, dois torcedores da “La U”, que ficaram até o final da semana, após o jogo.

Aproveitamos para apresentar a eles um pouco sobre o nosso time e nossa cidade: Santo André. Aqui, em pleno Estádio Bruno José Daniel (ainda fechado para os torcedores):

Difícil foi explicar porque o estádio foi demolido e ainda está fechado ao púiblico…

Ao menos pudemos entrar no campo e dar una noção da grandeza do nosso time e estádio.

Ainda demos uma passada na sede da Torcida Fúria Andreense e conseguimos deixar de presente algumas camisas do Ramalhão para eles.

Mas o rolê não se limitou ao futebol! Estivemos em alguns lugares que curtimos aqui, em Santo André. A começar pelo Pub Ace:

Tabém passamos boa parte do tempo no Ativismo ABC, uma casa autogestionada com diversos projetos ligados à ecologia e novas ideias.

E como eles vivem perto das Cordilheiras, levamos a galera pra um rolê nas nossas montanhas, o Pico do Jaraguá.

Pra quem nunca fez, a trilha que leva ao alto do morro é bacana e em menos de uma hora de caminhada você chega ao alto.

Uma vez lá em cima, o negócio é aproveitar a vista da cidade de São Paulo. Dá pra perceber que o crescimento da cidade parece um câncer que consome a natureza a cada dia…

Também tivemos a companhia de Gabriel Uchida e da Júlia!

De volta ao ABC, fizemos um intercâmbio cultural culinário apresentando algumas das frutas brasileira, numa casa de sucos que agente adora, ali na Rua General Glicério, em Santo André.

Também teve espaço pro punk rock, harcore e hip hop, na tradicional banca do Toninho (que também manja muito de futebol!).

Pra fechar o rolê, despedida no Aerolanches, tradicional lanchonete de Santo André.

 

Pra quem acha que futebol se resume ao jogo e que a relação entre as torcidas tem que se basear em brigas, competição e violência fica aí o exemplo.

Apoie o time da sua cidade!

SOMOS LATINOS!

2 Respostas to “As aventuras de 2 hinchas de LA U em Santo André”

  1. marcos cesar disse:

    parabéns amigo mau e mary, isso é o que poderiamos chamar de “futebol também é cultura”, tenho muito amigos no exterior, pessoas respeitadas e amáveis….fronteiras abertas atravé da patria futebol, parabéns mau e mery.


Deixe um comentário

*