134- Camisa do Brusque (SC)

A 134ª camisa do blog vem de Santa Catarina e foi presente do Oscar Vinicius, um amigo de infância, que estudou comigo na década de 80 e que só há poucos anos voltei a ter contato graças à Internet. Olha ele ali, assistindo a um jogo do time dono da camisa!

Atualmente ele mora na bela cidade de Brusque e se tudo der certo vai ser nosso guia num futuro jogo do time local ou ao menos na visita ao Estádio da cidade.

Aliás, o time dono da camisa e que defende as cores da cidade homônima é o Brusque Futebol Clube.

O Brusque F.C. é um time bastante jovem, tendo sido fundado em 1987. Porém, o clube nasceu da fusão de dois times bem tradicionais: o Clube Esportivo Payssandu, de 1918, dono do distintivo abaixo e de quem herdou a vaga na primeira divisão Catarinense:

E o Clube Atlético Carlos Renaux, de 1913, dono do distintivo abaixo e de quem herdou o mando de campo, no Estádio Augusto Bauer:

O mascote do time é o marreco. Um super marreco:

A primeira partida do time foi uma vitória de 3 x 1 sobre o Hercílio Luz, em 1988, quando terminou na 5ª colocação do estadual. Abaixo uma foto de um lance do jogo daquele ano contra o Joinvile. Veja mais fotos e informações desta partida em: http://nasceucampeao.com.br/?p=7294

Mesmo sendo um time jovem, já tem uma animada torcida!!

Tanto em 88, como em 89, o time participou da Série C, sendo eliminado na segunda fase, em ambas.

Em 1990, foi vice campeão da Copa Santa Catarina, perdendo a final para o Figueirense.

O auge do time foi em 1992, quando conquistou seu primeiro título, o de campeão da Copa Santa Catarina. E se isso já fosse motivo para encher de orgulho os torcedores, o time ainda sagrou-se Campeão Catarinense, no mesmo ano.

A final foi disputada no Estádio Augusto Bauer lotado e foi vencida na prorrogação pelo time abaixo:

Aqui, um lance de jogo daquele campeonato:

Em 1993, fez sua estreia na Copa do Brasil, mas acabou eliminado pelo União Bandeirante, ainda na primeira fase.

Pra piorar, o time acabou fazendo péssima campanha e foi rebaixado junto do Avaí para a segunda divisão. O time ficou no sobe e cai por vários anos.

Em 2000, um rebaixamento diferente: a Rede Brasil Sul comprou os direitos do campeonato e exigiu que apenas oito times o disputassem, eliminando o Brusque da disputa.

Em 2003, tanto Carlos Renaux quanto o Clube Esportivo Paysandu, recuperaram a posse dos Estádios Augusto Bauer e Cônsul Carlos Renaux, deixando o Brusque fora do campeonato daquele ano.

A volta ao futebol veio em 2004, no equivalente à terceira divisão estadual e em 2005, conseguiu o acesso para a segunda (vencendo o próprio Carlos Renaux durante a campanha).

Em 2008 e 2010 viriam novos títulos da Copa Santa Catarina, dando novamente o acesso à Copa do Brasil. O povo da cidade se acostumou com as conquistas!

Em 2012, uma contratação polêmica!

O Brusque se segurou na primeira divisão até 2012, quando caiu mais uma vez à segunda divisão. Além disso, embora pudesse disputar a série D do Brasileiro por ter sido vice campeão da Copa Santa Catarina, do ano anterior, o time abriu mão da vaga e cedeu sua vaga ao Marcílio Dias.

Uma pena para sua aguerrida torcida…

Aliás, a Torcida Força Independente tem feito um trabalho muito legal apoiando o time!

Mas… Pra finalizar, o que todo mundo viu e lembra… A famosa briga do Montebelo…

Apoie o time da sua cidade!

2 Respostas to “134- Camisa do Brusque (SC)”

  1. Anderson Vianna [Camisas & Manias] disse:

    Bela matéria!!! E a camisa do acervo tem um template que gosto muito, com a utilização de listras finas… Muito bacana!!!

  2. […] Mas atualmente quem manda seus jogos lá é o Brusque F.C. (já escrevemos sobre a camisa do Brusque, leia aqui o post). […]


Deixe um comentário

*