Juventus, de bem com a torcida!

Sábado foi dia de conferir um confronto único no atual momento do futebol.

De um lado, vindo da Moóca, a tradição grená do Juventus, do outro, oficialmente vindo de Campinas, mas sem uma cidade a defender, a nova cara da administração esportiva, o Red Bull.

Comparar os dois times, é mais ou menos como comparar o tradicional caldo de cana…

…aos energéticos vendidos pela marca, em supermercados e lojas de conveniência…

Entre um e outro, a torcida juventina preferiu a cerveja mesmo, no aquecimento, ali ao lado do estádio…

Pra quem achava que a queda para série A3 iria estragar a relação com a torcida, as filas antes de jogo comprovam que há um novo momento de amor entre clube e torcedores!

Dessa vez, além da nossa pequena legião de andreenses (vale lembrar que mesmo sempre presentes, somos torcedores do Ramalhão), contamos com o Élcio e o Guga (que nos ajudou na dura missão de tentar eliminar os canoles da face da Terra, da maneira mais difícil…. comendo todos!)

A setor 2 estava presente em bom número. A “banda más loca da Moócca” vem se transformando num efervecente movimento cultural representando as várias facetas da juventude do bairro, vale a pena conhecer.

Olha a setor 2 em ação:

O pessoal que prefere não tomar sol (e tem feito bastante sol nos jogos do Juventus), lotou as numeradas e fez sua parte no belo cenário.

A marcação homem a homem não ficou só no campo. O goleiro adversário mereceu cuidado especial!

E mesmo atrás do outro gol (onde normalmente fica pouca gente) estava repleto. Pronto. Estava tudo certo pro Moleque Travesso brilhar!

Mas…  Em campo a batalha foi dura, e tudo o que o Juventus conseguiu foi um empate por 1×1, contra um adversário que tem uma estrutura invejável. Entretanto, segundo a torcida Juventina, amor não tem preço…

E se esse amor não se compra, o pessoal da Moóca tem se esforçado para reacender a chama dessa paixão nos moradores do bairro. Pra isso, o clima dentro do Estádio tem colaborado bastante.

Não dá pra entender como um morador do bairro prefira torcer para outro time, vivenciando o que tem acontecido nos jogos do Juve.

O amor transborda, a diversão também. Enfim, reflete o papel social mais nobre do futebol, que é a integração entre as pessoas.

E entre a família! Pai e filho confidenciam momentos inesquecíveis junto a um alambrado mágico!

Enquanto tremula ao vento a bandeira grená, que pouco representa para torcedores dos chamados grandes, mas que devolve ao torcedor a grandeza do seu time, seja na A1, A2, A3…

E fica aí nossa presença em mais um estádio, em um jogo emocionante da série A3.

Um último momento de amizade em terras juventinas, antes de voltar ao ABC. El Pibe Gui (www.expulsosdecampo.blogspot.com) convence Gabriel (www.fototorcida.com.br) a assistir Santo André x Prudentino.

Apoie o time da sua cidade!

As vezes sua cidade é seu bairro!

5 Respostas to “Juventus, de bem com a torcida!”

  1. Xiitaaa disse:

    foda! só foto louca!

  2. […]  Além das faixas, a Esquadrão entoou o já tradicional canto “Ódio Eterno ao Futebol Moderno” (por coincidência havíamos cantado o mesmo na Javari, no dia anterior (clique e veja como foi)… […]

  3. Eduardo Santos disse:

    Ola adorei ver aqui algumas postagens do Clube do meu coração. Juventus. Joguei neste clube na decada de 85 a 95, e foi uma experiência muita boa. Aprendi muitas coisas.
    A minha vida dos 11 aos 20 anos foi dentro do clube do Juventus. Treinava lá no clube e jogava na Javari, quando era jogo oficial, pela federação paulista, e quando não iriamos jogar fora nos busão da caprioli. Nossa isso tudo aqui me emociona muito e fico muito satisfeito de um dia poder ter vestido esta camisa. Hoje só tenho FOTOS que lembram estes momentos. O que gostaria mesmoa era saber onde posso encontrar uma camisa do JUVENTUS PARA COMPRAR. Hoje moro em FRANCA/Interior de SP e sinto muitas saudades desse tempo maravilhoso que vivi.

    Abraços, tudo de bom e sorte ao nosso glorioso MOLEQUE TRAVESSO.

  4. Adalberto disse:

    Realmente, não entendo como tem gente que mora na Mooca e não prestigia este patrimônio do futebol que é o Moleque querido!!
    Só é uma pena morar na Zona Sul e ter de trabalhar quase todo dia, fica difícil acompanhar!!

    Parabéns, excelentes fotos!

    Ódio Eterno ao Futebol Moderno!!

  5. Cualtêmoque disse:

    Interessante analogia: o caldo de cana tradicional e saudável e a bebida energética, industrializada e prejudicial.

    Retrata com fidelidade as equipes com bagagem histórica de nosso futebol como o Juventus em comparação com toda essa porcaria de clubes-empresas que vem se tornando um câncer dentro do futebol paulista.

    Excelente blogue!!
    Valeu!


Deixe um comentário

*