Rolê Independência & Bola! Estádios em São José do Rio Pardo (Parte 8 de 21)

brasão são josé do rio pardo

Bom dia! Aperte os cintos de segurança e vamos lá! A estrada nos leva à oitava parte do nosso rolê.

Depois de fotografar os estádios de Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo e Santa Cruz das Palmeiras e Vargem Grande do Sul é hora de falar sobre a cidade de São José do Rio Pardo e seus 2 estádios!

São José do Rio Pardo

A cidade que no passado foi uma região das mais produtivas do café, com dezenas de fazendas faturando com a produção do chamado “ouro verde”,  graças principalmente ao uso da mão de obra escrava no século XIX teve que se reinventar com o passar do tempo.

Primeiro substituindo os escravos (com o fim da escravidão no Brasil) pela mão de obra imigrante (principalmente italiana) e pela própria presença dos imigrantes como proprietários de novas terras. Aqui a cidade em 1910:

São José do Rio Pardo 1910

A religião se mostra presenta na cidade por meio de várias igrejas, conseguimos fotografar a Igreja Matriz de São Roque (estilo romano,segundo a Mari) e inaugurada em 1942. Atualmente abriga os monges da ordem Cistercienses e fica na praça Monsenhor Arnold:

São José do Rio Pardo

Foi em São José do Rio Pardo que Euclides da Cunha escreveu “Os Sertões“, uma das obras mais importantes sobre a história do nosso país: a sangrenta e trágica Guerra dos Canudos. Mate sua saudade sobre a história de Antonio Conselheiro e seu povo autogerido:

A cidade foi servida por ferrovia entre 1884 e 1989, quando os trilhos foram retirados e no local foi construído uma avenida, fizemos uma foto de um local em que provavelmente serviu de estação:

São José do Rio Pardo

Mas, nosso foco futeboleiro era conhecer as casas de dois times da cidade, comecemos pela Associação Atlética Riopardense!

A AA Rioperdense foi fundanda em 1 de janeiro de 1930, e a partir de 1948 passou a disputar as competições oficiais da Federação Paulista jogando a segunda divisão até 1951, quando se licenciou.

AAR

Aqui, o time de 1943:

AA Riopardense 1943

Em 1982, o time voltou ao profissionalismo para uma única disputa da terceira divisão. Desde então, dedica-se ao futebol amador.

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Muitas pessoas tratam o estádio apenas de “Estádio da AA Riopardense“.

Mesmo se você buscar pela Internet é difícil achar o nome verdadeiro do Estádio. Até porque como o estádio fica dentro do clube, as coisas se misturam.

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Mas, logo dentro do clube, existe uma placa que esclarece os mistérios e mostra o real nome do local: Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro.

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

O pessoal do clube foi bem bacana em permitir que a gente entrasse pra fazer umas fotos!

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

A essa altura do campeonato estávamos na estrada há várias horas e o calor era absurdo… Então imagina como ficamos ao ver esse visual…

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Mas, há que se manter o foco. O nosso desafio era registrar o Estádio, que agora sabíamos, se chamar “Moacyr de Ávila Ribeiro“, e pra chegar lá, era necessário atravessar a quadra!

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Atravessou? Então vamos lá! É hora de conhecer mais um campo histórico do futebol de São Paulo!

É impossível olhar para esse visual e não sentir uma mágica volta ao tempo… Olha que lindo essa arquibancada coberta!

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

E olha como tudo começou…

Estádio da Associação Atlética Riopardense

Naquela época, a entrada do estádio era pela rua Mossoró.

Estádio AA Riopardense

Ao fundo, o crescimento da cidade começa a aparecer, com direito até a arranha-céu…

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Aqui o time rival da cidade, o Rio Pardo FC, em 1948, posando no campo da Associação:

Rio Pardo FC 1948

Olha o “arquitetônico” banco de reservas.

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

O Estádio possui um sistema de iluminação que permite partidas noturnas (coisa que o meu Ramalhão até 2017 estava sem).

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Detalhe para o setor das “cadeiras cobertas” no estádio, denominado “Camarote Tricolor”.

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Mas o estádio tem também a ala do rock! Olha só essa parte atrás do gol com menções aos Stones, Marcelo D2, Pink Floyd e até uma foto/grafite do Chorão…

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Dá vontade de não ir embora né? Mas a cidade é grande o suficiente para ter um segundo time, então é hora de nos despedimos do Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro, a Associação Atlética Riopardense!

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Assim, andamos um pouco e logo estávamos em frente ao Rio Pardo Futebol Clube!

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

O Rio Pardo Futebol Clube foi fundando em 2 de abril de 1909 e entrou pra história ao disputar quatro edições do campeonato paulista da segunda divisão (de 1948 a 51).

Distintivo do Rio Pardo Futebol Clube

Aqui o time de 1951:

Rio Pardo FC 1951

Pra quem gosta dessas fotos históricas, tem aí outras imagens de fases diferentes:

Boizinho - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Mas o Rio Pardo FC também disputou três edições da quarta divisão (1963, 1964 e 1967) e mandavam seus jogos aqui! Na sede do clube:

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Mas assim como no caso da Riopardense, as pessoas constumavam se referir a ele como o “Estádio do Rio Pardo FC”, mas… existe um nome! E ele é… Estádio Lupércio Torres.

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

No lugar em que esta placa está, parece que existia um tipo de pórtico de entrada:

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

E aí estamos nós!

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Um pouco depois há um outro possível pórtico!

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

O clube é cercado por um muro e em várias partes dele existe o distintivo pintado na parede.

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Aqui é a entrada do clube atualmente:

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Vamos dar uma olhada na parte interna pra ficar triste?

É… Chegamos tarde…. As necessidades práticas do clube falaram mais alto que a memória histórica (e é claro que essa é uma decisão válida, uma vez que o clube segue vivo).

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Pelo que entendi era aqui que ficava o campo:

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Curiosamente, veja essa foto do time rival (Associação Atlética Riopardense) no próprio campo do Rio Pardo FC:

AA Riopardense

Bom, deu pra conhecer um pouco do estádio. Valeu a pena!

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Assim como vale a pena ler a descrição encontrada no site www.cidadelivredoriopardo.com.br a descrição sobre o dia de um derbi:

“O campo da Associação está repleto. Arquibancadas e gerais são redutos discriminatórios. Dois grandes grupos antagônicos se formam. As torcidas não se misturam. Nas arquibancadas e gerais daquele lado espremem-se os apaixonados da Associação, os “estegomias”. Na metade oposta, nos barrancos e laterais, os “bexigas-pretas”, torcedores do Rio Pardo. Gritos ofensivos cruzam o campo vazio. Mulheres, com roupas de festa, são sopranos e contraltos dos coros gritantes das torcidas, com urras, piquepiques, quadrinhas, “slogans”, hinos dos clubes, insultos, vaias… Guarda-chuvas, sombrinhas e muitos eucaliptos sombreiam o contorno do campo.”

E por aí vai a história, leia lá no http://cidadelivredoriopardo.com.br.

Ah, antes de ir embora ainda deu pra cruzar com o Estádio do time local do Vasco da Gama (limitado ao futebol amador).

Vasco de São José do Rio Pardo

Vasco de São José do Rio Pardo

Vasco de São José do Rio Pardo

O time, embora se limite ao futebol amador, é bastante tradicional!

Vasco de São José do Rio Pardo

No caminho para a nossa próxima parada (a cidade de Cajuru) ainda pudemos pirar com o visual do Rio Pardo (eu nem sabia da existência da barragem lá…).

São José do Rio Pardo

São José do Rio Pardo

São José do Rio Pardo

São José do Rio Pardo

São José do Rio Pardo

Olha que lindo vídeo da barragem:

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

Deixe um comentário

*