Em busca do Estádio perdido em Diadema

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Po, quanto tempo sem escrever no blog!

As novas mídias facilitaram a rápida multiplicação das imagens e vídeos, então fica chato / sem graça gastar tanto tempo postando aqui, mas… em momentos especiais eu tento fazer uma força pra registrar aqui.

Então, bem vindos à Diadema, ao tradicionalíssimo “Estádio Distrital Vila Alice”, que fica na Rua Guaíra, 345 – Vila Alice – Diadema!

Estive lá dia 7 de abril de 2018, para acompanhar as categorias de base do Santo André contra o Água Santa (logo de cara informo os placares: sub 15 – Água Santa 1×0 Santo André, sub 17 – Água Santa 1×3 Santo André.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu e atividades ao ar livre

Consegui registrar as escalações do Ramalhinhos:

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

O campo faz parte do imaginário da várzea do grande ABC. Afinal, além da tradição de ser o campo onde o EC Vila Alice manda seus jogos nos torneios amadores, o campo também serve de base para o esporte e lazer da comunidade ao redor.

A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre

Infelizmente não deu pra registrar um depoimento do Jorginho, presidente do time e zelador do campo (já há 45 anos), mas vale aqui o registro da importância de um cara como ele por traz da manutenção de um campo tão bacana como esse.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas praticando esportes e atividades ao ar livre
Olha aí o pessoal do sub 15 do Ramalhinho:
A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sentadas e sapatos
E é falta para o Ramalhinho…
Ah, o gramado é artificial, foi trocado recentemente, e se por um lado (mais romântico) perde-se a essência, por outro permitiu um maior e mais seguro uso, acabando inclusive com a reclamação da vizinhança em relação à poeira.
Nenhum texto alternativo automático disponível.

Outra coisa que vale a pena registrar foi o bom público que compareceu aos jogos. E não eram apenas familiares de atletas, como normalmente acontece nesse tipo de competição.

A imagem pode conter: 4 pessoas, multidão e atividades ao ar livre

Tinha muita gente ligada ao futebol da várzea, muitos torcedores do próprio Água Santa e também familiares e amigos dos atletas.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, céu e atividades ao ar livre

O campo fica literalmente no meio do bairro, sem maiores espaços e/ou recuos, mas tudo muito bem cuidado.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas praticando esportes, estádio e atividades ao ar livre

Outro ponto de grande alegria, foi o fato de ter encontrado Sidney Riquetto, atual presidente do EC Santo André, mostrando que a atual diretoria está acompanhando a base de perto.

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Mauricio Noznica

A única notícia triste foi eu ter perdido minhas chaves hehehehe Se alguém encontrar, dá um alo!

A imagem pode conter: 3 pessoas, atividades ao ar livre

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!

Uma resposta to “Em busca do Estádio perdido em Diadema”

  1. Davi disse:

    Grande,
    Quanto tempo! Saudades dessas matérias. Show de bola!

    Pergunta, vc posta em outras redes sociais?

    Eu to no grupo do facebook mas lá também não tá com muita coisa. Vc tá no instagram?

    Abraço!


Deixe um comentário

*