3ª rodada do Paulistão 2024

28 de janeiro de 2024
Mais um dia com o Ramalhão em campo, dessa vez, o adversário é o atual vice campeão Água Santa, dos nossos amigos de Diadema.

Fernando Marchiori traz a campo o seguinte elenco:

Na bancada, as camisas do Ramalhão fazem a alegria da torcida!

E tem a bateria da Fúria pra acordar quem possa estar cansado num fim de domingo…

Apoio nunca falta!

É…. é a Fúria!

Tem os que não desistem nunca de apoiar…

Tem aqueles que acompanham o Santo André por toda uma vida…

E a Esquadrão também estava lá!

Importante valorizar a presença da torcida visitante, até achei que viriam mais torcedores…

Em campo, um time que se dedicou ao extremo, criou muito mais do que nas duas primeiras rodadas, mas infelizmente não conseguiu sair do zero…

Confira aí os melhores momentos:

Ok… o Ramalhão ainda não conquistou a 1ª vitória em campo, mas tenho certeza que assim como a gente não para na bancada, a resiliência em campo também trará resultado.

Juntos, continuamos essa história que se repete de geração em geração. Vai Ramalhão!

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

A Copa SP na cidade de Salto

Já estivemos em Salto algumas vezes, seja para registrar o Estádio Alcides Ferrari, a sede do Guarani de Salto, o Estádio Luiz Milanez, lembra dele? Ele fica em uma ilha no rio Tietê, aliás olha como está alto o rio Tietê, no dia da nossa visita. O volume estava 4 vezes maior que o normal.

Dessa vez nosso foco foi registrar uma partida do mata-mata da Copa São Paulo 2024 entre o Botafogo-SP e o Floresta-CE:

Ah, e claro, também aproveitamos para registrar o Estádio Municipal Amadeu Mosca!

O Estádio Municipal Amadeu Mosca foi inaugurado em 1982 e chegou a receber um derbi entre a Associação Atlética Saltense e o Guarani (1×1), pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão de Profissionais.
Cerca de 7 mil torcedores estiveram presentes naquela partida!

Apenas a partir de 1º de maio de 1992, o Estádio Municipal passa a se chamar “Amadeu Mosca“. E que estádio, hein?

Vale reforçar que a cidade conta com um novo time, o Sfera FC, fundado em 2021 como clube empresa, focado na formação de atletas. Uma pena que por ter se classificado em 2º, o Sfera foi jogar em outra cidade nesse mata-mata …

Ainda bem que o Sfera FC surgiu, porque um estádio com essa estrutura precisa rapidamente estar utilizado!

Aqui, o meio campo:

O gol da direita:

O gol da esquerda:

Quem mora na portinha acima dos sanitários?

Infelizmente o público não foi tão grande na partida, já que as duas equipes não possuem grandes ligações com a cidade de Salto…

Mas, o que vale é ter mais um estádio registrado durante uma partida!

O mais incrível é que o estádio pode ampliar suas arquibancadas se um dia quiser…

Mais um estádio que investiu em ter algumas áreas cobertas – o que pra Copinha significa muito!

E as bancadas tem um azul bem bonito, o estádio está todo limpo, e muito bem cuidado!

E assim, seguimos…

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

A volta do futebol a Itaquaquecetuba

O primeiro jogo do ano, na verdade uma rodada dupla, teve sabor especial: 23 anos depois, Itaquaquecetuba voltou a ter um time de futebol, o Aster Brasil Itaquaquecetuba e ainda foi sede da Copa São Paulo Futebol Júnior.

O Aster Brasil Itaquaquecetuba faz parte do Grupo Aster, e já possui um time com o mesmo nome no Espírito Santo, mas quem fez história na cidade até o ano 2000 foi o Itaquaquecetuba Atlético Clube.

O Itaquaquecetuba Atlético Clube foi fundado em 25 de novembro de 1980, e teve entre seus atletas o pentacampeão Cafú (na foto abaixo) e o zagueiro Gilmar.

O time estreia no futebol profissional disputando a famosa Terceira Divisão de 1986, que ficou conhecida por ter 77 clubes, quando toda cidade tinha um time… Abaixo a tabela do grupo (fonte: RSSSS BRASIL):

O time disputou ainda a Terceira Divisão em 1987, 1992 e 1993.
Também jogou a Segunda Divisão (quarto nível) em 1988, 1989 e 1991 e a série B2, o quinto nível do futebol paulista em 1995, 1996 e entre 1998 e 2000, quando ocorreu sua última participação no futebol profissional.
O Site Só Futebol traz uma camisa comemorativa:

Para a disputa da Copa São Paulo, o Aster e a Prefeitura municipal precisaram reformar o Estádio Ildeu Silvestre do Carmo, conhecido como “Campo do Brasil“. E o resultado ficou muito bom!

O estádio possui capacidade para cerca de 4 mil torcedores, ganhou bons vestiários e estruturas de apoio além de contar com gramado sintético.

O resultado, na prática, você vê no vídeo abaixo, um belo estádio e um apoio total da torcida local:

O jogo que acompanhamos foi entre o Aster e o Cruzeiro de Alagoas e terminou em 4×0 para o time local, para a festa da torcida de Itaquaquecetuba:

Esse é o meio campo, onde você pode ver que existem arquibancada nas duas laterais:

Aqui, o gol da direita, o único lugar que não possui arquibancada:

E aqui o gol da esquerda:

Enquanto isso, do lado de fora, a guarda civil local se divertida com o “Tempestade”…

O segundo jogo foi entre o Santo André e o Sport (PE):

A torcida do Sport compareceu!

O jogo terminou com a vitória do time pernambucano por 2×1, para a tristeza da torcida Ramalhina que compareceu…

Por fim, foi bacana reencontrar a mãe do ex atleta do Ramalhão: Samuel, que ficou contente em ver nossa torcida presente:

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

Uniformes 2024 do EC Santo André

Agora em dezembro, o EC Santo André apresentou no Poliesportivo Jairo Livólis, seus uniformes para o ano de 2024 em um evento muito bacana contando como “modelos” das novas camisas, ídolos do passado, como o craque Arnaldinho:

O evento possibilitou também reencontrar me com o ex presidente do clube: Sidney Riquetto e com o nosso atual treinador e que deve ficar no comando do time na série A1 do Paulista e na série D do Brasileiro, Fernando Marchiori!

Outro que esteve presente foi o craque Fernandinho, que depois de fazer bonito dentro de campo, se torou professor de Educação Física e também fez história na cidade.

E teve ainda o gigante Bona, que também fez parte do time que acabaria conhecido como os “baixinhos frenéticos”, nos anos 80, que contava ainda com outros nomes como Cunha e Da Silva.

Vale a pena matar a saudades desses caras em campo:

Tentei fazer o Marchiori incluir no time atual essas feras, mas pelo futebol gigante deles, são jogadores muito caros para a nossa folha salarial atual…

Outro que esteve presente e fez parte da nossa história recente foi o meia Tiago Ulisses:

A apresentação ainda contou com o nosso ex zagueiro e atual treinador do time sub 20, Gabriel vestiu a camisa de goleiro, na cor laranja.

O presidente do Ramalhão, Celso Luiz de Almeida falou um pouco da expectativa para o ano de 2024, e prometeu ações para aproximar mais o clube da torcida, além de uma campanha de comunicação divulgando o time e os jogos do Campeonato Paulista!

Outra presença importante foi a do prefeito Paulinho Serra e sua esposa, Ana Carolina, deputada estadual, que garantiram que antes do Campeonato Paulista iniciar, o estádio passará por uma série de melhorias, incluindo a pintura da arquibancada.

Enfim, aí estão as camisas para 2024, caso tenha interesse, a loja oficial fica junto do clube, na rua dos Ramalhões, 126.

Estive lá e fiz um pequeno registro das camisas:

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!