Rolê Independência & Bola! Estádio em Uberaba (Parte 14 de 21)

Opa opa opaaaaa!!!

E não é que a estrada andou, andou, cruzou o rio Grande e nos levou até o estado de Minas Gerais??

Uberaba

E como é bonito esse lugar!

Divisa MG - SP

Nosso objetivo era visitar a cidade de Uberaba e conhecer um pouco da história do futebol local.

Uberaba

Antes de chegarmos até Uberaba, registramos os estádios de Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo, Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul, São José do Rio Pardo, Cajuru, Batatais, Orlândia, São Joaquim da Barra e Igarapava.

Uberaba

A cidade de Uberaba localiza-se no chamado Triângulo mineiro e possui uma rica história, já que fica no meio do caminho entre São Paulo e Goiás, por onde os tropeiros passavam. O lugar foi palco de várias disputas entre bandeirantes e índios Panarás que ocupavam a região.

Atualmente mais de 380 mil pessoas vivem na cidade, a oitava mais populosa do estado e que conta com uma excelente infraestrutura, olha que legal a estação do ônibus:

Uberaba

Esse é Parque Fernando Costa, que conta com o primeiro sítio de Geoparque do estado, local que mistura atrações culturais e naturais.

Uberaba

Almoçamos bem no restaurante Tropeiro!

Uberaba-MG

Demos um rolê pelo centro da cidade…

Uberaba-MG

Uberaba-MG

E fomos conhecer o mercado central de Uberaba.

Mercado Uberaba-MG

Faltou uma sinalização pra ajudar na identificação né?

Mercado de Uberaba-MG

Lá dentro, uma infinidade de doces, frutas, verduras…

Mercado Uberaba-MG

MErcado Uberaba-MG

Mercado Uberaba-MG

Mercado Uberaba- MG

Essa é a igreja de Santa Rita, construída em 1854, tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico e que abriga o Museu de Arte Sacra.

Uberaba-MG

Mas já é hora de começar a falar um pouco sobre os motivos de nossa visita à cidade, começando pelo Estádio ‎Juscelino Kubitschek.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

O Estádio ‎Juscelino Kubitschek é a casa do Nacional Futebol Clube.

Distintivo do Nacional FC de Uberaba-MG

Embora Minas Gerais seja um estado que faz divisa com São Paulo, foram poucas as vezes que pudemos registrar estádios mineiros. Então é sempre uma alegria poder registrar esse momento!

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

O Estádio serve de sede do time, e por isso, mesmo a “entrada oficial” estando fechada, pudemos usar pela entrada do campo, que fica na .

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Então… Vamos lá, conhecer o Estádio, por dentro!

O Nacional FC foi fundado em 1 de agosto de 1944 e logo tornou-se o maior rival do Uberaba SC.

Esse era o time de 73:

Nacional FC - Uberaba

O time colecionou conquistas no futebol mineiro profissional, a última delas foi o Campeonato Mineiro da segunda divisão de 2013, retratada assim pelo Jornal Agora Minas :

Nacional - Campeão 2a divisão 2013

O clube já colecionara três títulos da Segundona, em 1963, 78 e 82.

Esse é o time de 78:

nacional fc campeão 1978 segundona

Esse o de 1982:

Nacional FC campeão mineiro da segundona 1982

Em 2001 e 1997, foi vice-campeão da Segundona e em 1966, vice-Campeão Mineiro do Interior.

Como se vê, é um time pesado! Tão pesado quanto seu mascote (que eu peguei no portal da segundona mineira)…

Essa bilheteria já faturou muito ingresso!

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Voltando ao estádio, o Juscelino Kubitschek possui capacidade para 5 mil torcedores.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

No dia de nossa visita estava rolando uma edição de jogos universitários.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Para um estádio não profissional, o gramado até que segue bem cuidado.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Atualmente o time está licenciado das disputas profissionais, por motivos financeiros.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Esse é o gol da entrada.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

E daqui pra frente…. só a bolerada…

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

O estádio possui até cabines para imprensa. Do outro lado dessas cabines está o clube.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Mas é um estádio bem charmoso. Olhando da arquibancada, esse é o gol da esquerda.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Uma visão do meio campo.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

E do gol da direita (por onde nós entramos).

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Ao menos o campo segue em utilização pelo futebol amador e universitário.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Olha aí o banco de reservas sentindo se vivo!

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Aqui, a sequência das arquibancadas, em cimento.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Uma considerável distância até o início do campo…

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Pra quem se interessou e quer apoiar o clube, segue o contato:

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Essa é a entrada que utilizamos.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

O outro time da cidade é o Uberaba Sport Club.

O Uberaba SC foi fundado em 1917, e tem uma história de muito sucesso, do tricampeão da Taça Minas Gerais ao Torneio acesso ao campeonato Brasileiro da série A.

Seu mascote é o boi zebu.

Mascote Uberaba SC

O time é bastante democrático, tendo jogado as séries A, B, C e D do brasileiro, bem como o Módulo I e II, a segunda e terceira divisão do Mineiro.

Olha que foto bacana do time de 1941 que disputou um amistoso contra o CA Ipiranga.

Uberaba SC 1941

uberaba 41

Aqui, um time dos anos 80:

Uberaba Sport Club

O time conquistou vários títulos em sua história, dentre eles a Taça Minas Gerais (em 1980, 2009 e 2010), o Campeonato Mineiro Módulo II de 2003, a Segunda Divisão de 2015, o Campeonato Mineiro do Interior (em 1966, 1973, 1980, 1981 e 1982) e o Torneio de Acesso ao Campeonato Brasileiro de 1986.

E pra quem pergunta se o time tem torcida, dá uma olhada nessas imagens:

uberaba sc

Originalmente, mandava seus jogos no Estádio Boulanger Pucci que chegou a ter capacidade para 8 mil torcedores. Infelizmente o estádio foi leiloado e só restou sua fachada.

Estádio Boulanger Pucci - Uberaba

Peguei uma foto do Google Maps para ver como ele está por dentro.

Foi inaugurado em 1922, no amistoso Uberaba 0x2 Paulistano, com o nome de Estádio das Mercês (era o nome do bairro em que se localizava), somente na década de 30 recebeu o nome do Dr. Boulanger Pucci, ex-presidente do clube.

Contam que houve um acidente no estádio, as arquibancadas de madeira cederam, em um jogo entre o Uberaba e o Formiga, ferindo mais de 300 pessoas.

Depois disso, foi feito uma campanha para se conseguir verbas para construção de uma arquibancada de concreto, transformando o estádio em um dos mais modernos daquela época.

O Uberaba Sport Club mandou suas partidas pelo Campeonato Mineiro de Futebol em 1945, e depois de 1958 a 1971.

Acabou substituído pelo Estádio Municipal Engenheiro João Guido, mas seguiu sendo o centro de treinamentos até 2009, quando foi arrematado em leilão para pagar dívidas trabalhistas do clube.

Assim, o “novo” estádio da cidade passou a ser o Estádio Municipal Engenheiro João Guido, o “Uberabão”.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O estádio fica na região central da cidade e toma conta de todo um quarteirão.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O entorno do estádio é meio “morno”, sem grandes intervenções visuais.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Ele começou a ser construído em 1961, e foi projetado para se chamar “Monumental” e ter uma capacidade de 45.000 torcedores.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Somente em 1972 ele foi inaugurado, num amistoso da seleção brasileira (entre a principal e o time “aspirante”) e a casa esteve cheia!

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Mas…. Voltemos aos dias atuais. Passamos pelo estádio quando chegamos em Uberaba e ele estava fechado, decidimos voltar depois do almoço para ver se conseguiríamos entrar.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Já estava até pensando se teria algum lugar pra conseguir fotografar por fora.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Mas… Uma luz surgiu quando estávamos procurando um restaurante. Encontramos o ônibus do Araxá estacionado pela cidade.

Araxá EC

Uma rápida pesquisa pela Internet informou que devido ao seu estádio estar fechado, o Araxá EC tem mandando seus jogos no Uberabão!

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

E foi assim que, mesmo o estádio sendo usado pelos dois times da cidade (Uberaba Sport Club e o Nacional de Uberaba) acabamos conhecendo o Uberabão graças a dois times de fora:

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O Araxá entra em campo!

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O Pouso Alegre também!

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Então…. vamos lá!

A lotação atual caiu de 20 para pouco mais de 15 mil torcedores.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Aqui um olhar do meio campo:

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O gol do lado esquerdo:

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Gol lado direito:

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O jogo válido pela segunda divisão (que na prática equivale ao terceiro nível estadual, abaixo dos módulos I e II).

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Aí, a torcida do Pouso Alegre FC, a Gigantes do Mandu e a Pouso Alegre Manguaça. (desculpem por não conseguir uma foto mais próxima, mas infelizmente a polícia não me deixou ir até a área visitante)

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Aqui, a torcida Pavilhão, do Araxá:

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O estádio é bem grande e bem estruturado, mas o público do jogo foi pequeno, para uma tarde ensolarada e agradável para se assistir uma boa peleja.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O jogo estava morno. Muita bola disputada no meio campo, sem grandes chances sendo criadas.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Os goleiros sequer sujaram seus uniformes…

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Pra quem gosta de curiosidades…

Destaque para o fosso no sentido mais literal da palavra fosso hehehe:

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Tem até umas carpas lá…

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O jogo terminou 1×0 para o time local. Não filmei o gol, mas a Globo local tem a edição. Clique aqui e assista.

E nós… voltamos para nossa missão, agora começando a viagem de volta ao ABC.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!

Rolê Independência & Bola! Estádio em Igarapava (Parte 13 de 21)

Olá, amigos leitores deste blog!

Seguimos dividindo com vocês o nosso rolê para registrar mais alguns estádios do interior de São Paulo, e após passarmos por Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo, Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul, São José do Rio Pardo, Cajuru, Batatais, Orlândia e São Joaquim da Barra, agora é a vez de falarmos sobre Igarapava!

Igarapava

Igarapava significa “Porto de canoas”, e era um dos locais onde os bandeirantes faziam suas paradas rumo às minas dos índios goiazes.

Igarapava

Atualmente, cerca de 32 mil pessoas vivem nestas terras, onde outrora viveram os bandeirantes Bartolomeu Bueno da Silva (o Anhanguera), João Leite da Silva Ortiz e o capitão Anselmo Ferreira de Barcelos, entre outras figuras da sangrenta história paulista.

Igarapava

Outrora chamada de Comarca de Santa Rita do Paraíso, em 1906, foi elevada à categoria de município e em 1907 teve seu nome mudado para Igarapava.

Igarapava

A cidade tem o orgulho de possuir a Usina Hidrelétrica de Igarapava, no Rio Grande,na divisa entre SP e MG.

Usina Hidrelétrica de Igarapava

Olha ali onde ficam a cidade e a própria usina:

mapa

Fomos até Igarapava conhecer o Estádio Garibaldi Pereira, casa do Igarapava EC!

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

A fachada do estádio não possui mais nenhuma identificação 🙁

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Uma pena… A casa do alvi rubro Igarapava Esporte Clube merecia maior reconhecimento já que recebeu vários times do estado de São Paulo, desde a fundação do time em 21 de agosto de 1919.

 Igarapava EC - Igarapava

 

Assim como muitos times do interior, o Igarapava encontra-se afastado das competições oficiais. Mas sua história é muito rica; participou em 11 edições das divisões de acesso do Campeonato Paulista, pela A3 (de 1961 a 1964, 1976, 1980 e 1986), pela série B (de 1977 a 1979) e pela B2 em 1994.

Olha aí o esquadrão:

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

E cá estamos nós, rodeando o estádio em busca de um lugar para fotografá-lo, mas os muros parecem inimigos…

Igarapava

A menos que…

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Sim, a famosa escada do seo Osvaldo nos salvou mais uma vez e garantiu o nosso registro!

O Estádio Garibaldi Pereira perdeu mais do que a presença dos torcedores em disputas profissionais… Sua arquibancada coberta já não está assim tãããão coberta…

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

A arquibancada ao fundo do gol de entrada lembra um pouco o eco estádio em Curitiba.

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Mas o campo está bem cuidado, mesmo enfrentando um longo período sem chuvas.

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

A arquibancada lateral é o bom e velho cimentão, dando ao estádio a capacidade para 4 mil torcedores.

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Aqui, o outro gol, ao fundo, onde não há arquibancada.

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Enfim, mais uma missão cumprida!

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Hora de voltar para a estrada, mas antes, um rápido passeio por dentro da cidade…

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!

Rolê Independência & Bola! Estádio em São Joaquim da Barra (Parte 12 de 21)

A estrada ainda é longa, permite várias aventuras, e agora, voltamos à Rodovia Anhanguera para chegar até a cidade de São Joaquim da Barra!

Pra quem está acompanhando esse rolê, vale relembrar que já registramos os estádios de Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo, Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul, São José do Rio Pardo, Cajuru e Batatais e Orlândia.

São Joaquim da Barra

A cidade serve de residência par acerca de 50 mil pessoas atualmente e nos surpreendeu com a infraestrutura que pudemos ver! Desde ruas largas e arborizadas, até o comércio local, forte e ativo!

São Joaquim da Barra

São Joaquim da Barra

Mesmo tão desenvolvida, a cidade ainda guarda a calma das tradicionais cidades do interior.

São Joaquim da Barra

O motivo da nossa visita à cidade é o São Joaquim Futebol Clube!

São Joaquim FC

O São Joaquim FC foi fundado em 20 de abril de 1920, chegando próximo de seu centenário (já tem até algumas homenagens aparecendo por lá)!

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

O time desafiou a distância da capital e disputou 5 edições do Campeonato Paulista: 1949 e 1950 na A2, 1993 na A3 e 1994 e 1995 na atualmente extinta quinta divisão.

Esse era o time de 1948 no dia em que o São Paulo FC foi até São Joaquim disputar um amistoso com o “Espigão” (apelido do time local):

São Joaquim x São Paulo

O time despediu-se do profissionalismo com o título da Quinta divisão de 1995. Esse era o time campeão:

São Joaquim FC - Campeão paulista série B2 1995

São Joaquim FC - Campeão paulista série B2 1995

Um fato curioso é que o time foi abandonado pelo patrocinador no meio do campeonato e os jogadores decidiram seguir, tendo como única fonte de renda a bilheteria e patrocínios pontuais:

São Joaquim FC - Campeão paulista série B2 1995

Aqui, o time presente em Aparecida contra o Aparecida EC:

São Joaquim FC - campeão 1995

São Joaquim FC

Aqui a camisa de recordação do título!

Camisa do São Joaquim FC

Em 2011, foi realizado um jogo beneficente entre o São Joaquim Futebol Clube (com os jogadores campeões em 1995) contra a equipe Master do Corinthians Paulista (equipe Master).

O clube tem uma série de brindes e materiais comemorativos, como essa caneca:

São Joaquim FC

O futebol nasceu na cidade no início do século XX (em 1915), e em 1920, o futebol da cidade se uniu para fundar o São Joaquim Futebol Club (S.J.F.C.).

Em 1961, o time muda de endereço deixando a esquina da Rua Voluntário Geraldo com a Rua Goiás. Essa era a fachada da época:

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim Futebol Clube

E assim, começava a surgir o atual Estádio Dr. José Ribeiro Fortes!

Estádio São Joaquim

Essa é a entrada do estádio atualmente:

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

E mais uma vez estamos aí pra fazer parte da história!

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Mas, o clube social possui uma entrada própria também.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Entrando por lá, existem distintivos do time por toda a parte.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

E também no muro que margeia o clube.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Lá dentro, nota-se um trabalho de marketing que nem os grandes clubes da capital conseguem fazer.

São Joaquim FC - São Joaquim da Barra

Mas, viemos para ver o estádio, que tal uma volta por lá?

E assim, finalmente conhecemos mais um templo do futebol paulista!

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

O estádio Dr. José Ribeiro Fortes é quase impensável! Ou inacreditável… Um estádio tão bacana e tão grande… Merecia ter um time de volta ao campeonato!

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

O banco de reservas segue ali! Mesmo antigo, provavelmente atenderia às expectativas do futebol.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Com tantas arquibancadas ao seu redor, o estádio possui capacidade para cerca de 12 mil pessoas.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

São arquibancadas de cimento, no melhor estilo old school, com uns 12 degraus.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Ali ao fundo, fica o clube.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Aqui, uma visão do meio campo para quem está na arquibancada.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Aqui, o gol do lado direito:

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

E aqui, o lado esquerdo:

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Aqui ficava a identificação do estádio, bem no centro do campo.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Olha como era esse lugar em 1995, no ano do título de campeão paulista da série B:

São Joaquim FC - Campeão paulista série B2 1995

E olha como a torcida lotava:

Estádio dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim da Barra

Uma curiosidade é que não existem lugares cobertos no estádio.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Enfim, cumprimos mais uma etapa da nossa missão!

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

Rolê Independência & Bola! Estádio em Orlândia (Parte 11 de 21)

E lá vamos nós!

Depois de registrar os estádios de Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo, Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul, São José do Rio Pardo, Cajuru e Batatais, agora é a hora de conhecer à triste história do futebol na cidade de Orlândia, que já foi a capital paulista do futsal!

Orlândia

A cidade viveu dias de glória com o futebol e o futsal. Mas, nem mesmo com muita reza na Paróquia São José, as coisas se sustentaram 🙁

Paróquia São José - Orlândia

A cidade de Orlândia fazia parte de Batatais até 1890, e sua história tem muito a ver com a produção agrícola da cidade e com o fato da Cia Mogiana de Estradas de Ferro permitirem seu escoamento para outros mercados.

estação de trem de Orlandia - Cia Mogiana de Estradas de Ferro

A cidade foi planejada para colaborar com a circulação dentro dela, por isso, existem várias avenidas largas, nem sempre comuns nas cidades do interior.

Orlândia

E é possível encontrar diversas lembranças arquitetônicas do passado da cidade!

Orlândia

E aí você se pergunta: Por que estávamos em Orlândia?

Simples, por causa da Associação Atlética Orlândia.

Associação Atlética Orlândia

A Associação Atlética Orlândia foi fundada em 5 de Maio de 1920 e mandava os seus jogos no Estádio Municipal Virgílio Ferreira Jorge, o “Virgilhão”.

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

Essa já não é a atual cara da entrada do estádio (e aí começamos a desenrolar a triste história do futebol local). Se você for até lá hoje, encontrará a seguinte imagem:

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

Pois é, já não tem a placa indicando o nome do Estádio e nem sequer uma entrada… Está tudo bem fechado. E o motivo? R$ 3 milhões de motivos… Que fizeram o terreno ser agora da propriedade do Grupo Colorado.

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

Pra quem não conhece a história de sucesso do time local, vale lembrar que a AA Orlândia disputou 27 Campeonatos Paulistas entre a A2 (de 1949 a 52, 1967, 1969, de 1971 a 74, 1976, de 1982 a 84 e 1986). E pela terceirona, foram 11 disputas (de 1961 a 66 e depois de 1977 a 1981).

Um pouco do registro fotográfico desses times encontra-se em fotos aqui e acolá distribuídas pela Internet, a começar por um time da década de 60 (que tinha no gol, Carlão, que jogou aqui no Santo André, também):

Associação Atlética Orlândia

Olha o Carlão em uma bela imagem da época:

Carlão - Orlandia

Essas são do site do Milton Neves, da seção “Que fim levou”. O jogador em destaque é José Augusto Lopes da Silva, o Zé Augusto (ou Guto).

AA Orlândia

AA Orlândia

Mas, se o passado é glorioso, com destaque para o título do Torneio Matheus Marinelli, de 1982 e o título de 1994, da Quinta Divisão, o presente é uma lacuna…

Estádio Virgílio Ferreira Jorge

Logo após o título de 1994, o clube se licenciou e hoje, o estádio aguarda o início de sua demolição… Que tal uma espiada?

Ao fotografar o lado externo fomos orientados por um morador que evitasse demonstrar muito interesse, porque segundo ele, a Polícia Militar e a segurança privada do local costumava ser um tanto rígida ao não permitir qualquer registro sobre o local.

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

Respeitamos o conselho e obviamente não adentramos à área do estádio, agora particular, mas pelo menos as fotos da bilheteria, foram feitas!

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

Decidimos dar uma volta ao redor do quarteirão para ver se ao menos alguma fresta permitiria um registro mínimo da parte interna do estádio.

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

E encontramos! Um furo no portão permitiu trazer luz a um dos campos mais misteriosos da atualidade. Ele segue lá! Mas… E aquele ônibus?? O que faz lá?

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

A arquibancada coberta resiste, como que implorando uma segunda chance…

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

Encontrei uma foto que parece ser dessa mesma arquibancada, alguns anos atrás:

Estádio Virgilio Ferreira Jorge

Aqui, uma imagem do gol:

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

E consegui fazer uma foto dos fundos da arquibancada coberta.

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

Ainda encontrei algumas imagens da parte de dentro do estádio:

Estádio Virgílio Ferreira Jorge

Mas o registro mais marcante é o que foi feito pelo artista Nuno Ramos, em sua performance “Placar final”, de 2007, que parecia antever um triste futuro da cidade, enterrando o futebol profissional…

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Orlandia

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Orlandia

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Orlandia

Acho que mesmo sem conseguirmos entrar, deu pra ter uma ideia da grandiosidade do estádio e sua importância pro futebol local.

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

Uma última olhada via buraco…

Estádio Virgílio Ferreira Jorge - Associação Atlética Orlândia - Orlândia

Ah, e pra quem se pergunta por quê a tristeza também no futsal, é que o time que outrora teve Falcão como principal jogador / embaixador, acabou vendo o final dessa parceria deixando a cidade órfã.

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

Rolê Independência & Bola! Estádio em Batatais (Parte 10 de 21)

brasão de Batatais

Mesmo tanto tempo depois dessa incrível aventura misturando geografia, história e futebol, ainda não estamos nem na metade do nosso rolê.

Depois de fotografar os estádios de Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo, Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul, São José do Rio Pardo e Cajuru, agora é a hora de conhecer a incrível cidade de Batatais, onde vivem cerca de 63 mil pessoas!

Batatais

E demos sorte, porque chegamos no dia da tradicional festa italiana DI SAN GENNARO!

Festa di San Gennaro

Adivinha se não demos um rolê por lá a noite!

Igreja Batatais

Festa di san gennaro - Batatais

Festa di San Gennaro

Dormimos em Batatais, o que nos permitiu até pegar uma piscina no hotel, na manhã seguinte… Ainda que estivéssemos meio com cara de sono kkkk

Batatais

Mas, pra quem quer pegar a estrada, 7 da manhã já é tarde, sendo assim, booooooommmmm diaaaaaaa Vietnãããã!!!!!!

Deu pra passear um pouco, conhecer um pouco do dia-a-dia local e ver a cara da cidade.

Batatais

Batatais

Batatais resguarda parte de sua arquitetura do início do século que tenta relembrar suas história aos atuais moradores, pedindo que não esqueçam suas origens!

batatais

Batatais

Belos prédios, casas históricas e cuidados exibidos a cada pequeno detalhe…

batatais

Batatais

Mas, pulemos a cerca que limita nossa liberdade e vamos conhecer o motivo da nossa visita à cidade…

Batatais

… O Estádio Dr. Oswaldo Scatena!

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

O Estádio Dr. Oswalvdo Scatena é a casa do Batatais FC.

Distintivo do Batatais Fc

Outrora, já falamos do time do Batatais FC por meio de sua camisa, veja aqui como foi que mostramos alguns quadros do “Fantasma da Mogiana”.

Esse foi o time que disputou a A2 deste ano (2018):

Batatais FC 2018

O Estádio foi inaugurado em 1954, e teve como primeira partida “Batatais 2×4 Palmeiras”, encontrei essas imagens referentes a esta partida:

Inauguração do Estádio Doutor Oswaldo Scatena - Batatais

Inauguração do Estádio Doutor Oswaldo Scatena - Batatais

E aí estamos nós! Em mais um templo sagrado do futebol paulista!

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

Deu pra fazer nossa tradicional foto na bilheteria!!

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

O Batatais completa no ano que vem seu centenário! Tomara que programem algo para marca o ano!

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

E nós, aqui, literalmente visitando a cancha local!

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

Como não sabemos por onde ir… sigamos o proibido! kkkkk Brincadeira hein? Entramos por aí com o consentimento dos funcionários locais.

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

E que tal uma olhada na parte interna do estádio?

O estádio é incrível! Tem arquibancadas ao redor de todo o campo. Olhando da arquibancada coberta, esse é o gol esquerdo:

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

O meio campo:

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

O gol do lado direito:

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

Com tanta arquibancada, o Estádio Doutor Oswaldo Scatena (também chamado de Scatenão) possui atualmente capacidade para 15.000 pessoas.

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

Uma coisa que eu acho muito legal em alguns estádios do interior é a homenagem que prestam ali mesmo aos ex atletas, veja que da hora:

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

As bandeiras tremulando ao vento, ao fundo do gol.

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

E aí estamos nós!

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

E lá no campo, o time treinava para mais uma partida da Copa Paulista!

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

Destaque para o ótimo zagueiro Luiz Matheus que jogou no nosso Santo André (fez o gol do título da Copa Paulista 2016).

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

Mais um estádio que merece estar eternamente em funcionamento! Parabéns à população de Batatais por manter um time tão simpático em atividade, mesmo com tantas dificuldades que sabemos existir atualmente para isso…

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

E que arquitetura maluca hehehehe E ainda assim genial!

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

Hora de dizer até um dia ao fantasma da mogiana! Tomara que voltemos um dia para acompanhar uma partida!

Estádio Dr Oswaldo Scatena - Batatais FC - Batatais

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

Rolê Independência & Bola! Estádio em Cajuru (Parte 9 de 21)

brasão de Cajuru

Depois de fotografar os estádios de Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo e Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul e São José do Rio Pardo chegamos à nona parte do nosso rolê, dedicada à cidade de Cajuru!

Orlândia

A cidade nasceu da doação de um terreno (feita por dona Maria Pires de Araújo) para a construção de uma capela, com o tempo, o povoado que surgiu em torno dela começou a ser chamado de São Bento do Cajuru (nome que os índios que habitavam o lugar o chamavam à época da chegada dos tropeiros: ka’îuru, que significa “boca do mato”).

Cajuru

Cajuru

18 de agosto de 1866 é considerada a data de fundação definitiva de Cajuru, onde encontram-se cachoeiras  e quedas d’água, criando um amplo potencial turístico.

Mas… Cá estamos …. Para conhecer o Estádio Municipal Dr Guião.

Estádio Municipal Dr Guião - Clube Recreativo Cajuruense - Cajuru

O Estádio Municipal Dr Guião foi a casa do Clube Recreativo Cajuruense na disputa da terceira divisão em 1986, em sua única participação em  campeonatos oficiais organizados pela Federação Paulista.

Distintivo do Clube Recreativo Cajuruense

Oficialmente, o C.R. Cajuruense foi fundado em 1950, mas suas origens vem da década de 30.

Estádio Municipal Dr Guião - Clube Recreativo Cajuruense - Cajuru

O time já contou em sua linha com um jogador que ficaria famoso como diretor de um grande clube: trata-se de Juvenal Juvêncio!

Juvenal Juvêncio

Há poucas imagens do time, esta eu encontrei como sendo da década de 50 (www.historiadordofutebol.com.br):

CR Cajuruense

Como não pudemos entrar em campo, resgatei algumas fotos das páginas da Prefeitura para conhecermos o interno do estádio.

Estádio Municipal Dr Guião - Clube Recreativo Cajuruense - Cajuru

Nós, infelizmente, nos limitamos a conhecer a fachada do bonito estádio!

Estádio Municipal Dr Guião - Clube Recreativo Cajuruense - Cajuru

Mari ainda conseguiu fazer sua tradicional foto em frente à bilheteria!

Estádio Municipal Dr Guião - Clube Recreativo Cajuruense - Cajuru

Estádio Municipal Dr Guião - Clube Recreativo Cajuruense - Cajuru

Dá uma olhada aí na entrada do estádio:

Pra quem tiver interesse em comprar uma camisa do time, o site “Só futebol” criou uma réplica e tem vendido por R$ 89, caso tenha interesse, clique aqui!

Camisa do Clube Recreativo Cajuruense

Olhando para o horizonte, deu pra ver que era hora de irmos embora, pois nem o sol se aguentava mais de pé…

por do sol

Por do sol

Vamos em frente!

Rua de Cajuru

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

Rolê Independência & Bola! Estádios em São José do Rio Pardo (Parte 8 de 21)

brasão são josé do rio pardo

Bom dia! Aperte os cintos de segurança e vamos lá! A estrada nos leva à oitava parte do nosso rolê.

Depois de fotografar os estádios de Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo e Santa Cruz das Palmeiras e Vargem Grande do Sul é hora de falar sobre a cidade de São José do Rio Pardo e seus 2 estádios!

São José do Rio Pardo

A cidade que no passado foi uma região das mais produtivas do café, com dezenas de fazendas faturando com a produção do chamado “ouro verde”,  graças principalmente ao uso da mão de obra escrava no século XIX teve que se reinventar com o passar do tempo.

Primeiro substituindo os escravos (com o fim da escravidão no Brasil) pela mão de obra imigrante (principalmente italiana) e pela própria presença dos imigrantes como proprietários de novas terras. Aqui a cidade em 1910:

São José do Rio Pardo 1910

A religião se mostra presenta na cidade por meio de várias igrejas, conseguimos fotografar a Igreja Matriz de São Roque (estilo romano,segundo a Mari) e inaugurada em 1942. Atualmente abriga os monges da ordem Cistercienses e fica na praça Monsenhor Arnold:

São José do Rio Pardo

Foi em São José do Rio Pardo que Euclides da Cunha escreveu “Os Sertões“, uma das obras mais importantes sobre a história do nosso país: a sangrenta e trágica Guerra dos Canudos. Mate sua saudade sobre a história de Antonio Conselheiro e seu povo autogerido:

A cidade foi servida por ferrovia entre 1884 e 1989, quando os trilhos foram retirados e no local foi construído uma avenida, fizemos uma foto de um local em que provavelmente serviu de estação:

São José do Rio Pardo

Mas, nosso foco futeboleiro era conhecer as casas de dois times da cidade, comecemos pela Associação Atlética Riopardense!

A AA Rioperdense foi fundanda em 1 de janeiro de 1930, e a partir de 1948 passou a disputar as competições oficiais da Federação Paulista jogando a segunda divisão até 1951, quando se licenciou.

AAR

Aqui, o time de 1943:

AA Riopardense 1943

Em 1982, o time voltou ao profissionalismo para uma única disputa da terceira divisão. Desde então, dedica-se ao futebol amador.

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Muitas pessoas tratam o estádio apenas de “Estádio da AA Riopardense“.

Mesmo se você buscar pela Internet é difícil achar o nome verdadeiro do Estádio. Até porque como o estádio fica dentro do clube, as coisas se misturam.

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Mas, logo dentro do clube, existe uma placa que esclarece os mistérios e mostra o real nome do local: Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro.

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

O pessoal do clube foi bem bacana em permitir que a gente entrasse pra fazer umas fotos!

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

A essa altura do campeonato estávamos na estrada há várias horas e o calor era absurdo… Então imagina como ficamos ao ver esse visual…

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Mas, há que se manter o foco. O nosso desafio era registrar o Estádio, que agora sabíamos, se chamar “Moacyr de Ávila Ribeiro“, e pra chegar lá, era necessário atravessar a quadra!

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Atravessou? Então vamos lá! É hora de conhecer mais um campo histórico do futebol de São Paulo!

É impossível olhar para esse visual e não sentir uma mágica volta ao tempo… Olha que lindo essa arquibancada coberta!

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

E olha como tudo começou…

Estádio da Associação Atlética Riopardense

Naquela época, a entrada do estádio era pela rua Mossoró.

Estádio AA Riopardense

Ao fundo, o crescimento da cidade começa a aparecer, com direito até a arranha-céu…

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Aqui o time rival da cidade, o Rio Pardo FC, em 1948, posando no campo da Associação:

Rio Pardo FC 1948

Olha o “arquitetônico” banco de reservas.

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

O Estádio possui um sistema de iluminação que permite partidas noturnas (coisa que o meu Ramalhão até 2017 estava sem).

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Detalhe para o setor das “cadeiras cobertas” no estádio, denominado “Camarote Tricolor”.

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Mas o estádio tem também a ala do rock! Olha só essa parte atrás do gol com menções aos Stones, Marcelo D2, Pink Floyd e até uma foto/grafite do Chorão…

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Dá vontade de não ir embora né? Mas a cidade é grande o suficiente para ter um segundo time, então é hora de nos despedimos do Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro, a Associação Atlética Riopardense!

Estádio Moacyr de Ávila Ribeiro - Associação Atlética Riopardense - São José do Rio Pardo

Assim, andamos um pouco e logo estávamos em frente ao Rio Pardo Futebol Clube!

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

O Rio Pardo Futebol Clube foi fundando em 2 de abril de 1909 e entrou pra história ao disputar quatro edições do campeonato paulista da segunda divisão (de 1948 a 51).

Distintivo do Rio Pardo Futebol Clube

Aqui o time de 1951:

Rio Pardo FC 1951

Pra quem gosta dessas fotos históricas, tem aí outras imagens de fases diferentes:

Boizinho - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Mas o Rio Pardo FC também disputou três edições da quarta divisão (1963, 1964 e 1967) e mandavam seus jogos aqui! Na sede do clube:

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Mas assim como no caso da Riopardense, as pessoas constumavam se referir a ele como o “Estádio do Rio Pardo FC”, mas… existe um nome! E ele é… Estádio Lupércio Torres.

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

No lugar em que esta placa está, parece que existia um tipo de pórtico de entrada:

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

E aí estamos nós!

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Um pouco depois há um outro possível pórtico!

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

O clube é cercado por um muro e em várias partes dele existe o distintivo pintado na parede.

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Aqui é a entrada do clube atualmente:

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Vamos dar uma olhada na parte interna pra ficar triste?

É… Chegamos tarde…. As necessidades práticas do clube falaram mais alto que a memória histórica (e é claro que essa é uma decisão válida, uma vez que o clube segue vivo).

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Pelo que entendi era aqui que ficava o campo:

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Curiosamente, veja essa foto do time rival (Associação Atlética Riopardense) no próprio campo do Rio Pardo FC:

AA Riopardense

Bom, deu pra conhecer um pouco do estádio. Valeu a pena!

Estádio Lupércio Torres - Rio Pardo Futebol Clube - São José do Rio Pardo

Assim como vale a pena ler a descrição encontrada no site www.cidadelivredoriopardo.com.br a descrição sobre o dia de um derbi:

“O campo da Associação está repleto. Arquibancadas e gerais são redutos discriminatórios. Dois grandes grupos antagônicos se formam. As torcidas não se misturam. Nas arquibancadas e gerais daquele lado espremem-se os apaixonados da Associação, os “estegomias”. Na metade oposta, nos barrancos e laterais, os “bexigas-pretas”, torcedores do Rio Pardo. Gritos ofensivos cruzam o campo vazio. Mulheres, com roupas de festa, são sopranos e contraltos dos coros gritantes das torcidas, com urras, piquepiques, quadrinhas, “slogans”, hinos dos clubes, insultos, vaias… Guarda-chuvas, sombrinhas e muitos eucaliptos sombreiam o contorno do campo.”

E por aí vai a história, leia lá no http://cidadelivredoriopardo.com.br.

Ah, antes de ir embora ainda deu pra cruzar com o Estádio do time local do Vasco da Gama (limitado ao futebol amador).

Vasco de São José do Rio Pardo

Vasco de São José do Rio Pardo

Vasco de São José do Rio Pardo

O time, embora se limite ao futebol amador, é bastante tradicional!

Vasco de São José do Rio Pardo

No caminho para a nossa próxima parada (a cidade de Cajuru) ainda pudemos pirar com o visual do Rio Pardo (eu nem sabia da existência da barragem lá…).

São José do Rio Pardo

São José do Rio Pardo

São José do Rio Pardo

São José do Rio Pardo

São José do Rio Pardo

Olha que lindo vídeo da barragem:

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!