XV de Piracicaba 1×0 Santo André (A2-2019)

Sobre o Estádio Barão da Serra Negra – Piracicaba

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

Pessoal, aproveitei nossa ida à Piracicaba para acompanhar a partida válida pelo Campeonato Paulista da Série A2- 2019 para registrar em fotos e lembrar um pouco da história o Estádio Barão de Serra Negra.

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

O Estádio Barão de Serra Negra é a casa do XV de Piracicaba, e tem no seu nome, uma homenagem a Francisco José da Conceição, primeiro e único Barão de Serra Negra.

XV de Piracicaba

A atual entrada dos visitants é no portão 3, mas fiz questão de passar na antiga, no portão 4, porque ela ainda mantém um pouco da arquitetura de antigamente, principalmente com o letreiro acima do portão.

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

Em campo, é dia do Ramalhão visitar o Nhô Quim!

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

A capacidade atual do Estádio Barão de Serra Negra é de 18 000 pessoas distribuídas entre a arquibancada coberta (onde ficam as cadeiras cativas, as cabines de imprensa e agora também os visitantes)…

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

E a arquibancada geral, que abraça todo o campo de jogo!

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

Com todo respeito à torcida local, aí estamos nós, visitantes com nossas bandeiras em apoio ao Ramalhão.

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

Torcendo pelo nosso treinador Fernando Marchiori aprontar alguma contra os donos da casa!

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

Voltando ao Estádio Barão de Serra Negra, ele foi inaugurado em setembro de 1965, no jogo: XV de Piracicaba 0 x 0 Palmeiras, que recebeu um público de 15.674 torcedores, o primeiro gol só aconteria na partida seguinte, entre XV de Piracicaba x Corinthians, na derrota do time local por 3×1.

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

O Estádio tem uma série de detalhes reforçando a imagem do “Nho Quim”.

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

O Estádio chegou a receber mais de 23 mil torcedores na final da A2 de 1983, quando o XV de Piracicaba sagrou-se campeão, mas atualmente, o público está longe desses números. A foto abaixo foi feita pelo amigo Guilherme, torcedor do XV.

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

Nossa torcida também diminuiu, mas faz-se presente. Aqui o pessoal da Esquadrão Andreense e da TUDA (Torcida Uniformizada Dragão Andreense)

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

Aqui, nós, eternizando-nos em mais um templo do futebol paulista.

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

Ah, e a Fúria Andreense, sempre presente!

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

O placar final 1×0 para os donos da casa. Gol de penalty aos 45 do segundo tempo… Dói a alma, mas… Seguimos!

Estádio Barão de Serra Negra - XV de Pircicaba - Piracicaba

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

O futebol profissional em Avaré

Mais uma cidade, mais uma história, mais um time, mais uma glória!

Bem vindos à Estância Turística de Avaré, a terra do verde, da água e do sol!

Estádio Dr. Paulo Araújo de Novaes - São Paulo Futebol Clube - Avaré

Em Avaré vivem cerca de 90 mil pessoas em uma cidade que tem vários orgulhos. Um deles é a represa de Jurumirim (formada pelo rio Paranapanema), tão importante para a saúde de todos nós que vivemos no estado de São Paulo e, ainda um lugar mágico, lindo!

Avaré

Avaré

A cidade está cada vez mais organizada e com atrações incríveis, como por exemplo a Feira do produtor rural (com várias opções de alimentos orgânicos) que rola a noite no centro da cidade! Veja aqui mais informações.

avaré

Os postes da cidade estão cada vez mais politizados!

E se a história da cidade é bastante rica do ponto de vista natural, social e cultural, com o futebol não poderia ser diferente!

Comecemos falando da tradicionalíssima Associação Atlética Avareense!

AA Avareense

A Associação Atlética Avareense foi fundada em Janeiro de 1920, e mantém até hoje sua sede, junto do seu campo de futebol, entre a Rua 9 de Julho e a Rua Grande do Norte (a entrada fica no número 1.826).

O time nasceu da união dos dois primeiros times de futebol da cidade: Atlético Clube Avareense e Avaré Atlético Clube.

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

Só depois me toquei que não fiz uma foto frontal, por isso peguei essa imagem do Google Maps:

Associação Athletica Avareense

E se você reparou no detalhe do distintivo e também nos muros do clube, ano que vem, a Associação Avareense completa seu centenário!

Associação Atlética Avareense - Avaré

Em 1954, fez sua estreia no profissionalismo, na Terceira Divisão do Campeonato Paulista, mas não parou por aí. A A.A. Avareense disputou seis edições do Campeonato Paulista da Terceira Divisão: em 1954 e de 1961 a 1965 e atualmente mantém uma bela sede sócio cultural que ainda recebe partidas do futebol amador, principalmente envolvendo o seu time de veteranos.

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

Quer conhecer mais sobre a história do time? Assista a este lindo documentário:

Aqui, uma fotografia do time, na época do amadorismo, em 1940:

Associação Atlética Avareense - 1940

E que tal a fachada do estádio há muitos anos atrás?

AA Avareense

Avareense

Aqui, uma foto de um jogo contra o XV de Piracicaba:

Aqui, outras imagens históricas:

Associação Atlética Avareense

Associação Atlética Avareense

Associação Atlética Avareense

Associação Avareense

Na época do profissionalismo, chegou a mandar seus jogos no estádio do clube e também no Estádio Paulo Araújo Novaes, (campo do São Paulo F.C., do qual falaremos abaixo).

Mas por hora, vamos conhecer o estádio que fica no próprio clube:

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

Aqui dá pra ter uma ideia do estádio:

Ele possui estrutura melhor do que vários times que atualmente disputam o acesso do paulista.

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

Olha que beleza de arquibancadas cobertas (nem o Estádio do Santo André tem…):

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

O campo está bem no meio do clube, ao fundo vê se o ginásio e o espaço das piscinas e academias. Ali, no passado também haviam arquibancadas.

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

Possui ainda um sistema próprio de iluminação:

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

Gramado bem cuidado em toda a extensão do campo. Aqui, pode se ver o gol do lado direito (olhando da arquibancada):

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

O meio campo:

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

E o do lado esquerdo:

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

Fiquei muito contente de ter recebido de presente uma camisa do time de veteranos (afinal, já to com mais de 40…). Prometo que em breve escrevo um post sobre ela!

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

O orgulho dos sócios pelo time é imenso. E pode se ver o distintivo espalhado por todos os lugares!

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

Sentindo de perto esse orgulho, fomos embora contentes por registrar esse clube!

Estádio da Associação Atlética Avareense - Avaré

Bem próximo da Associação, fica o Estádio Paulo Araújo Novaes, a casa do São Paulo Futebol CLube de Avaré.

São Paulo Futebol Clube Avaré

O São Paulo de Avaré  foi fundado em 1946 e dividiu as atenções da cidade na terceira divisão de 1954, ao disputá-la junto da Associação Atlética Avareense.

No total, participou de 13 edições das divisões de acesso do Campeonato Paulista de Futebol: da Terceira Divisão em 1954, 1956, de 1980 a 1983, 1985, 1986 e 1991. Da Quarta Divisão em 1960, 1989 e 1990. E da Quinta Divisão em 1979.

Mandava seus jogos em seu próprio estádio, o Dr. Paulo de Araújo Novaes.

Estádio Dr. Paulo de Araújo Novaes - São Paulo - Avaré

Já estivemos aqui em uma outra visita, mas como estava escuro, acabamos registrando poucas coisas (confira aqui).

Estádio Dr. Paulo de Araújo Novaes - São Paulo - Avaré

Aqui, uma vista aérea do estádio:

Estádio Dr. Paulo de Araújo Novaes - São Paulo - Avaré

Infelizmente não foi dessa vez que conseguimos entrar no estádio… Ele estava fechado… Fizemos algumas imagens “por cima do muro”. Aqui dá pra ver a arquibancada maior (ao lado da avenida):

Estádio Dr. Paulo Araújo de Novaes - São Paulo Futebol Clube - Avaré

Estádio Dr. Paulo Araújo de Novaes - São Paulo Futebol Clube - Avaré

Aqui, uma visão dos três lances de arquibancada:

Um zoom na arquibancada do fundo:

Estádio Dr. Paulo Araújo de Novaes - São Paulo Futebol Clube - Avaré

Aqui, a arquibancada do lado esquerdo:

Estádio Dr. Paulo Araújo de Novaes - São Paulo Futebol Clube - Avaré

Os bancos de reserva:

Estádio Dr. Paulo Araújo de Novaes - São Paulo Futebol Clube - Avaré

Aqui é o lado de fora do estádio:

Estádio Dr. Paulo Araújo de Novaes - São Paulo Futebol Clube - Avaré

Estádio Dr. Paulo Araújo de Novaes - São Paulo Futebol Clube - Avaré

Mais uma bilheteria!

Estádio Dr. Paulo Araújo de Novaes - São Paulo Futebol Clube - Avaré

O distintivo tricolor espalhado por muros do estádio:

Estádio Dr. Paulo Araújo de Novaes - São Paulo Futebol Clube - Avaré

Já estávamos indo embora quando passamos pela antiga estação da cidade.

Estádio Antonio Braga - Associação Ferroviária Avareense

Estação Ferroviária Avaré

Como sempre existe um time de futebol ligado à ferrovia, em Avaré não poderia ser diferente… Acabamos dando um pulo no Estádio Antonio Braga, casa da Associação Ferroviária Avareense.

O clube foi fundado no dia 13 de maio de 1950.

 

Estádio Antonio Braga - Associação Ferroviária Avareense

Embora não tenha chegado ao profissionalismo, o clube possui uma estrutura de dar inveja! Ah, e uma bilheteria no estádio!

Estádio Antonio Braga - Associação Ferroviária Avareense

O gramado bem cuidado…

Estádio Antonio Braga - Associação Ferroviária Avareense

O campo é todo cercado por alambrado.

Estádio Antonio Braga - Associação Ferroviária Avareense

Possui bancos de reserva também.

Estádio Antonio Braga - Associação Ferroviária Avareense

Possui uma boa estrutura para o recebimento dos atletas.

Estádio Antonio Braga - Associação Ferroviária Avareense

Os detalhes das iniciais do time na grade de acesso ao estádio.

Estádio Antonio Braga - Associação Ferroviária Avareense

Estádio Antonio Braga - Associação Ferroviária Avareense - Avaré

Assim, encerramos nosso rolê por Avaré!

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

O futebol profissional em Angatuba

Angatuba

E lá vamos nós para mais uma cidade do interior de São Paulo! Bem vindos a Angatuba!

Angatuba

Mais do que uma simples visita, nós “pousamos” em Angatuba e escolhemos ficar no Hotel Pousada Talu.

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

Olha que linda essa plantação de girassol bem em frente ao hotel!

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

Tinha até piscina pra matar o calor…

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

Ter dormido em Angatuba nos permitiu ficar quase dois dias passeando pela cidade. Assim, pudemos conhecer alguns pontos incríveis como a Estação Ecológica de Angatuba.

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

É fácil de chegar e dá pra deixar o carro na sede administrativa. Daí é só escolher como curtir o lugar…

Tem uma trilha bacana até um mirante, vale a pena!

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

A caminhada é de boa e a subida até o fim do mirante é divertida hehehehe:

Uma vez lá em cima é só comemorar!

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

E curtir o visual…

Estação Ecológica de Angatuba

O chão tá láááá embaixo…

Estação Ecológica de Angatuba

Na volta só não pode se perder…

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

O caminho que leva até a floresta é cheio de belas paisagens…

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

Há vários riachos e cachoeiras por ali… Essa é a cachoeira dos mineiros.

Angatuba

Essa é a mais perto da estrada. E basta descer uma pequena trilha para chegar na parte de baixo da  cachoeira pra tomar um banho.

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

Dá uma olhada como é bonita:

Banho tomado, hora de subir a trilha de volta…

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

A noite, o rolê foi pela praça da cidade, que estava animada com uma feirinha…

Angatuba

Mas… Claro que a ideia de visitar Angatuba envolvia o futebol. A ideia era conhecer e registrar o Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes.

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

O Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes era a casa da Associação Desportiva Angatubense.

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

A Associação Desportiva Angatubense , a ADA, foi fundada em março de 1963, e em 1978 aventurou-se no futebol profissional, disputando a Terceira Divisão da Federação Paulista de Futebol, em 1979 e de 1982 a 1985, também participou da Quarta Divisão em 1980 e jogou a Quinta Divisão em 1981.

Algumas fotos desse período e também dos tempos de futebol amador da ADA:

Associação Desportiva Angatubense - ADA

Associação Desportiva Angatubense - ADA

Associação Desportiva Angatubense - ADA

Associação Desportiva Angatubense - ADA

Aqui, o amistoso contra o time do Milionários de São Paulo.

Associação Desportiva Angatubense - ADA - 1983

Em 1986, desativou seu departamento de futebol profissional e nunca mais voltou ao profissionalismo, e por isso, lá fomos nós fazer parte dessa história, registrando a casa da AD Angatubense, o Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes.

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

A única reclamação é que… Pô, cadê uma placa identificando o Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes, mostrando seu nome, data de fundação e etc…  Mas… vamos lá, dar uma olhada lá dentro!

O Estádio possui uma arquibancada coberta, logo por onde a torcida entra.

ADA Associação Desportiva Angatubense - Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - Angatuba

A AD Angatubense mandava seus jogos profissionais ali. E é duro imaginar que no passado, a cidade vibrava com o time e lotava os quase 2 mil lugares do estádio.

Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - ADA Associação Desportiva Angatubense - Angatuba

Os bancos de reserva ocupados pelos suplentes sonhando em ter uma chance de entrar em campo e mostrar seu talento.

Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - ADA Associação Desportiva Angatubense - - Angatuba

Uma vista do meio campo:

Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - ADA Associação Desportiva Angatubense - - Angatuba

Aqui o gol do lado esquerdo:

Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - ADA Associação Desportiva Angatubense - Angatuba

Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - ADA Associação Desportiva Angatubense - Angatuba

Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - ADA Associação Desportiva Angatubense - Angatuba

E o gol do lado direito:

Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - ADA Associação Desportiva Angatubense - Angatuba

Esse é o lado de fora do estádio. Lembrando que é hora de ir embora..

Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - ADA Associação Desportiva Angatubense - Angatuba

A nós, cabe a emoção de estar presente em mais um templo do futebol do interior paulista. Ainda que hoje, a paixão não seja a mesma, que o profissionalismo tenha sido deixado pra traz… O Estádio Roldão Vieira de Moraes será sempre lembrado.

Estádio Municipal Roldão Vieira de Moraes - ADA Associação Desportiva Angatubense - Angatuba

Pra quem se emocionou com o time, vale a pena comprar a camisa, basta clicar aqui:

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

Futebol Profissional em Laranjal Paulista

Brasão de Laranjal Paulista

Hoje é dia de registrar nosso rolê pela cidade de Laranjal Paulista, onde vivem pouco mais de 28 mil pessoas.

Laranjal Paulista

Assim como diversas cidades, Laranjal Paulista cresceu em torno da ferrovia. A estação da cidade foi inaugurada pelo próprio D. Pedro II.

Laranjal Paulista

Os nossos “anfitriões” eram esse trio: Esdras, Kiki (a cachorrinha) e o Carlos.

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

Recentemente, a cidade teve destaque nos noticiários por terem pixado o sobrenome (“Queiroz”) de um ex assessor do atual presidente na tradicional laranja gigante que fica na entrada da cidade.

Laranjal Paulista

Mas, a população de Laranjal Paulista tem um grande motivo de se orgulhar! Trata-se da Associação Esportiva Laranjalense.

Distintivo da Associação Esportiva Laranjalense

A Associação Esportiva Laranjalense foi fundada em março de 1943 e chegou a disputar cinco edições da terceira divisão do Campeonato Paulista (1971, 1972, 1974, 1975 e 1976) e quatro da quarta divisão (1969, 1977, 1978 e 1979).

Aqui, o time de 1971 (na foto está escrito 2a divisão, porque na época existia a primeira, a “especial” e a segunda):

AE Laranjalense 1971

Em 1977 chegou a semifinal da terceira divisão, contra o Primavera, perdendo o primeiro jogo em Indaiatuba por 2×1 e o jogo de volta (em Laranjal) por 3×2. Esse jogo ficou marcado na história como a maior caravana já feita pela torcida do Esporte Clube Primavera, veja a torcida tricolor no Accácio Luvisotto:

Estádio Accácio Luvisotto - Laranjalense x Primavera 1977

Esse é o time de 1978:

Associação Esportiva Laranjalense - 1978

Aqui, também uma imagem que retrata um tempo em que torcida e time se viam com grande frequência!

AE Laranjalense - Estádio Municipal Accácio Luvisotto

A AE Laranjalense mandava seus jogos no Estádio Municipal Accácio Livisotto.

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

E se tem estádio com distintivo do time pintado na parede… Aí estamos nós!

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

Uma bilheteria a mais na nossa coleção.

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

E que tal dar um rolê por dentro do estádio?

O Estádio Accácio Luvisotto tem capacidade para receber 5 mil torcedores em suas arquibancadas. De um lado temos essa, descoberta:

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

Do outro lado, temos dois lances de arquibancadas cobertas:

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

Ao fundo, pode se ver a cidade, ainda sem os prédios tão comuns às grandes metrópoles.

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

O Estádio possui ainda um sistema de iluminação daqueles tradicionais.

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

Do outro lado, o ginásio de esportes, que também contribuiu para a vida esportiva da cidade.

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

E esse é o Carlos, professor de educação física e que tem uma relação bem especial com o estádio. Desde cedo ele frequenta o campo, seja pra assistir (algumas vezes até pulando o muro…) seja para jogar.

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

E ele (e várias pessoas) ainda sonham em ver esse campo cheio de torcedores e atletas locais, ocupando uma parte tão importante da cidade, que já foi responsável por tanta alegria.

Nós torcemos para esse dia chegar logo…

Estádio Acácio Luvisotto - Associação Esportiva Laranjalense - Laranjal Paulista

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

O futebol profissional em Tietê

Bem vindos à Tietê, uma cidade localizada há pouco mais de 100 km de São Paulo, com uma população estimada, em 2018 em pouco mais de 41 mil habitantes e que nasceu às margens do rio Tietê…

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

Ali, às margens do rio, também podemos encontrar um pouco da história do futebol paulista, afinal praticamente na cabeceira da Ponte Grande, está construído o “Estádio José Ferreira Alves”.

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

Vamos dar uma olhada, mas sem álcool!

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

O Estádio José Ferreira Alves é a casa do time que defende as cores da cidade, o Comercial Futebol Clube.

Distintivo do Comercial FC - Tietê

O Comercial Futebol Clube foi fundado em junho de 1920 e passou 20 anos mandando seus jogos no estádio localizado em frente à Santa Casa de Misericórdia (onde está atualmente o Educandário “Rosa Mística”), como se pode ver (ou tentar imaginar) nessa foto da década de 20:

Comercial FC - Tietê

Finalmente inaugurou, em 1940, o “Estádio da Ponte Grande“, que viria a se transformar em “Estádio José Ferreira Alves”, em homenagem a um de seus fundadores. Aqui, o pessoal fazendo o nivelamento para o estádio:

Estádio Comercial FC Tietê

O nome do time é uma homenagem ao Comercial de Ribeirão Preto e também a Rua do Comércio, onde nasceu o clube.

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

A história do time é muito rica, com grandes nomes tendo passado por ali.

Estádio “José Ferreira Alves” (Comercial FC)

Atualmente, o maior nome é o do presidente do clube. Esta é a vaga de estacionamento de ninguém menos que César Sampaio.

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

César Sampaio - Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

O Estádio José Ferreira Alves, apelidado como “Ferreirão” possui capacidade para 4.500 torcedores, mas pode receber melhorias e ampliação caso o plano de César Sampaio, de levar o time de volta ao profissionalismo em 2020, se realize.

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

Aqui dá pra se ver melhor o campo todo:

O Comercial FC disputou a terceira divisão de 1980 a 1988 (com exceção de 1985) e em 1990 e 1993, a quarta divisão de 1962 a 1969, a quinta divisão em 1978 e 1979 e a sexta divisão em 2001 e 2002, quando se licenciou do profissionalismo.

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

Em 1988, pelo que a placa indica, a Prefeitura realizou algumas melhorias no Estádio.

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

Tivemos a sorte de encontrar pela cidade um dis diretores que nos falou um pouco sobre o “Projeto Cidadãos do futebol” focado no futebol como instrumento de melhoria da vida dos jovens. Ta aí a camisa!

Camisa do Comercial Futebol Clube - Tietê

O campo está muito bem cuidado e pode voltar a receber partidas profissionais.

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

Só não sei se existe um lado “visitante”… Talvez se existir um projeto de entrada pelo lado do fundo.

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

Aqui é a visão da entrada do campo.

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

Os bancos de reserva:

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

Na lateral do campo, a beleza da mata do entorno do rio…

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

O mesmo rio que as vezes gera certos prejuízos…

Estádio Comercial Tietê inundado

Mas, temos aí mais um exemplo de um estádio que soube se manter ativo mesmo com o passar de tanto tempo, e que pode, bem no centenário do Comercial de Tietê, voltar a receber partidas oficiais.

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

Uma prova de que as coisas podem estar caminhando é o o time sub 17, que disputou os campeonatos em 2018.

Comercial FC - Sub 17 - 2019

Vamos embora, com a esperança de voltar a ver um jogo aqui! Boa sorte!

Estádio José Ferreira Alves - Comercial Futebol Clube - Tietê

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

O futebol profissional em Porto Feliz

Brasão Porto Feliz

Mais uma dica de passeio para quem vive em São Paulo e gosta de futebol.

Há pouco mais de 100 km da capital fica a cidade de Porto Feliz.

Desportivo Brasil - Porto Feliz

Uma cidade tranquila mas com uma vida agitada quando se fala em futebol.

Porto Feliz

As cores que representam ou representaram a cidade em campo, pelas competições da Federação Paulista são várias.

Comecemos pelo Esporte Clube União de Porto Feliz.

Esporte Clube União - Porto Feliz

O Esporte Clube União foi fundado em 3 de setembro de 1916 ainda como “União Football Club” e disputou duas edições do campeonato paulista da terceira divisão, em 1958 e 1959.

Estádio Dr José Esmédio Paes de Almeida - EC União - Porto Feliz

Seu primeiro campo ficava na Estrada do Pinheirinho, atual Rua Santa Cruz, mas na década de 30 se mudaram para o atual do Estádio Dr José Esmédio Paes de Almeida, na Rua Tristão Pires, bem no centro da cidade.

Estádio Dr José Esmédio Paes de Almeida - EC União - Porto Feliz

Estádio Dr José Esmédio Paes de Almeida - EC União - Porto Feliz

Vamos dar uma olhada?

Os alambrados só viriam em 1958, para poder disputar a Terceira Divisão do Campeonato Paulista.

Nesse campo, o União teve partidas histórias: da vitória em cima do São Paulo F.C. (ainda que um time mixto) por 4 x 1, tendo como árbitro Arthur Friedenreich, ou a vitória em cima do Palmeiras por 4 x 3 (em 1938).

Estádio Dr José Esmédio Paes de Almeida - EC União - Porto Feliz

O time comemorou seu centenário em 2016, e ainda deixou nos muros do estádio essa lembrança.

EC União - Porto Feliz

O campo está muito bem cuidado, pelo que deu pra ver.

EC União - Porto Feliz

O estádio possui uma pequena área de arquibancadas cobertas. Encontrei algumas fotos do estádio nas redes sociais do clube.

EC União - Porto Feliz

Outro time que marcou a história da cidade no profissionalismo e que ainda é uma verdadeira sensação nos campeonatos amadores é a Associação Atlética Portofelicense.

Associação Atlético Portofelicense

A Associação Atlética Portofelicense foi fundada em janeiro de 1943 e disputou 18 edições do Campeonato Paulista.

Associação Atlética Portofelicense - Estádio Dr. Julien Fouque- Porto Feliz

O time nasceu por meio da união dos funcionários da Usina de Açúcar de Porto Feliz, que fica literalmente ao lado do Estádio Dr. Julien Fouque. Veja nesta foto, ao fundo a usina e ao lado direito o Estádio.

Associação Atlética Portofelicense - Estádio Dr. Julien Fouque- Porto Feliz

Aliás… Que tal conhecê-lo?

O Dr. Julien Fouque foi um engenheiro francês (a usina é de origem francesa, chamada “Société Sucreries Bresiliennes”) apaixonado pelo futebol e que desde cedo foi um entusiasta da AA Portofelicense.O carinho pelo time foi tanto, que após sua morte, o time mudou as cores originais (amarelo e preta) e adotou as cores da bandeira francesa em homenagem ao engenheiro francês.

Aqui, o time em uma formação de 1948:

AA Portofelicense 1948

O campo não só está bem cuidado como tem sido bastante usado. E demos sorte de pegar um dia de jogo da própria AA Portofelicense.

Associação Atlética Portofelicense - Porto Feliz

Associação Atlética Portofelicense - Porto Feliz

Aqui, a vista da arquibancada coberta.

Associação Atlética Portofelicense - Estádio Dr. Julien Fouque- Porto Feliz

Associação Atlética Portofelicense - Estádio Dr. Julien Fouque- Porto Feliz

A arquibancada “elevada” permite uma melhor visualização do campo de jogo. Aqui, a vista do meio do campo.

Associação Atlética Portofelicense - Estádio Dr. Julien Fouque- Porto Feliz

Aqui, os gols da esquerda e da direita (para quem olha da arquibancada coberta):

Associação Atlética Portofelicense - Porto Feliz

Associação Atlética Portofelicense - Porto Feliz

O distintivo do time está impresso em diversos lugares do Estádio, a começar pelo bar!

Associação Atlética Portofelicense - Estádio Dr. Julien Fouque- Porto Feliz

A AA Portofelicense foi um dos clubes fundadores da Segunda Divisão dos Profissionais, em 1947 , o que permitiu jogos inesquecíveis no Estádio Dr. Julien Fouque, contra equipes tradicionais como Ponte Preta, Guarani, São Caetano Esporte Clube, Juventus entre outros lotando as arquibancadas que atualmente permitem a presença de 600 torcedores.

Associação Atlética Portofelicense - Estádio Dr. Julien Fouque- Porto Feliz

O time participou de todos os campeonatos oficiais da Federação Paulista de Futebol Amador, além de jogar a Segunda Divisão de 1948 a 1950, a Terceira de 1954 a 1959 e depois de 1964 a 1968, e a Quarta Divisão de 1960 a 1963.

Aqui, o time campeão da Copa Arizona de 1978:

AA Portofelicense campeã 1978 - Estádio Dr. Julien Fouque

Infelizmente, o time abandonou o profissionalismo e dificilmente conseguiria voltar a disputá-lo. Ao menos, mantém-se forte no amadorismo.

Associação Atlética Portofelicense - Porto Feliz

O outro time da cidade, e que segue jogando atualmente e defendendo as cores de Porto Feliz é o “polêmicoDesportivo Brasil, um time jovem, fundado em 2005 pela Traffic, tendo como principal diferencial o modelo de gestão profissional, levantando a velha discussão sobre os modelos de clube-empresa, quanto ao envolvimento dos torcedores frente a estes clubes.

Distintivo Desportivo Brasil - Porto Feliz

Alheio à discussão e focado em suas metas, o time se desenvolveu priorizando a formação de novos jogadores, como foram os casos de Gustavo Scarpa, Lucas Evangelista, Matheus Sávio, o lateral da seleção brasileira Ismaily, entre outros.

O time começou a disputar a segundona paulista (a quarta divisão) a partir de 2009 na época mandando seus jogos em Barueri, mas a partir de 2009, passou a mandar seus jogos no campo da Associação Atlética Portofelicense, o Estádio Dr. Julien Fouque em Porto Feliz. Esse é o time sub 20 de 2009 (foto do incrível Jogos Perdidos).

Desportivo Brasil 2009

Assim, Porto Feliz se tornou a casa do Desportivo Brasil, mas, pensando em uma melhor estrutura, em 2011, o  foi construído o Estádio Municipal Ernesto Rocco.

Estádio Municipal Ernesto Rocco - Desportivo Brasil - Porto Feliz

O Estádio conta com uma capacidade para cerca de 6 mil torcedores e fica numa região mais afastada do centro da cidadae (Avenida Doutor Silvio Brand Corrêa, 2591 – próximo ao bairro Altos do Jequitibá).

Estádio Municipal Ernesto Rocco - Desportivo Brasil - Porto Feliz

Estádio Municipal Ernesto Rocco - Desportivo Brasil - Porto Feliz

Estádio Municipal Ernesto Rocco - Desportivo Brasil - Porto Feliz

Além de um campo sempre bem cuidado, o estádio municipal conta com uma pequena parte coberta.

Estádio Municipal Ernesto Rocco - Desportivo Brasil - Porto Feliz

Estádio Municipal Ernesto Rocco - Desportivo Brasil - Porto Feliz

Confesso que achei que fosse um certo exagero um estádio nessas proporções, mas aí encontrei fotos de um jogo recente e vi que o time tem levado um bom público!

Estádio Municipal Ernesto Rocco - Desportivo Brasil - Porto Feliz

Além disso, o Desportivo Brasil construiu sete campos para treinamento, além de alojamento para 144 atletas e toda a infra-estrutura para o desenvolvimento dos atletas.

Em 2014, o clube foi comprado pelo Grupo Luneng, que é a fornecedora de elergia elétrica de Shandong, na China e é responsável pelo time Shandong Luneng Taishan FC.

Atualmente, disputa a série A3, e neste exato momento, em fevereiro de 2019, é o líder da competição, mandando seus jogos no Estádio Municipal Ernesto Rocco.

Para fechar o tema do futebol profissional em Porto Feliz, é preciso falar deste “quase estrangeiro” Estrela Esporte Clube.

Distintivo do Estrela EC

O Estrela EC nasceu em 1976 como um time amador da cidade de Itú, mas no seu aniversário de 10 anos, a diretoria do clube decidiu levá-lo ao profissionalismo, utilizando como casa o Estádio Álvaro de Souza Lima, conhecido como o Estádio da Baixada.

Estádio Álvaro de Souza Lima - estádio da baixada

O time disputou neste campo os campeonatos da terceirona de 1986 até 1989. A cidade não se empolgara com o Estrela no profissional e para não fechar as portas, o time mudou-se para Porto Feliz, que não tinha um time profissional desde a participação da AA Portofelicense na terceira de 1969.

Assim, Porto Feliz pode respirar o futebol profissional de 1991 a 1995, com o Estrela jogando a terceira e a Quarta divisão no Estádio Dr. Julien Fouque.

Em 1995, o time se licenciou e só voltou em 1999, na Quinta Divisão estadual.

Porém, mais uma vez o time sentiu falta de apoio da prefeitura local e mudou-se, desta vez para Vinhedo, onde disputou seu último campeonato, em 2000.

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!

O futebol profissional em Jundiaí

Distintivo do São João FC

Fevereiro de 2019, 19hs e a luz do sol ainda se faz presente, decidi dar uma paradinha em Jundiaí para registrar um time que também representou a cidade nas disputas profissionais da Federação Paulista.

O São João FC foi fundado em 14 de Abril de 1913 e participou de 3 edições da competição equivalente à série A2, de 1948 a 1950.

São João FC - Jundiaí

A partir de 1967, passou a se chamar Clube Recreativo São João, desde 1989, apenas Clube São João.

Distintivo do Clube São João

Atualmente, o clube possui uma sede social e esportiva voltada para seus associados, na Rua Dr Oswaldo Cruz, 231, em Jundiaí.

São João FC - Clube São João - Jundiaí

Estive lá e pude conversar com alguns sócios que ainda se lembravam da época do futebol profissional.

São João FC - Clube São João - Jundiaí

Um deles disse que naquela época, o campo ficava onde estão atualmente as piscinas e o ginásio, ocupando boa parte do terreno.

São João FC - Clube São João - Jundiaí

O time teve como destaque o jogador Romeu Pellicari, eleito pela imprensa da cidade como o maior craque da história de Jundiaí e que chegou a jogar a Copa do Mundo de 1938.

Há tempos que o futebol profissional deixou de ser um sonho para o clube, mas mesmo assim é válido resgatar sua história principalmente para aqueles que pensam que o futebol em Jundiaí limita-se ao tradicionalíssimo Paulista de Jundiaí.

Já estivemos em diversas partidas do Santo André, no Estádio Jayme Cintra, mas alguns anos atrás também estivemos lá apenas para um registro do Estádio e aproveito pra postar essas fotos aqui.

O nome completo do estádio é “Doutor Jayme Pinheiro de Ulhôa Cintra” (um ex-presidente da antiga e extinta Companhia Paulista de Estradas de Ferro).

Ele fica localizado na Praça Doutor Sallim Gebran, e foi inaugurado em 30 de maio de 1957, com um amistoso entre Paulista e Palmeiras, no qual o Paulista venceu por 3 a 1.

O Estádio tem capacidade para cerca de 15 mil pessoas (ainda que já tenha recebido 29 mil torcedores no passado, num jogo entre Paulista de Jundiaí e Santos).

Essa sombra à esquerda sou eu.

Aqui, eu de novo, com cara de besta.

O Estádio Jayme Cintra é, sem dúvida um templo do futebol paulista. Aqui dá pra se ter ideia do campo:

Mas, houveram outros belos estádios além destes dois citados acima que também receberam partidas do profissionalismo.

É o caso do Corinthians Jundiaiense Foot-Ball Club, fundado em setembro de 1913.

Distintivo do Corinthians Juniaiense

O time foi campeão do Interior Paulista em 1920.

Corinthians Jundiaiense campeão

O Corinthians Jundiaiense usava o Estádio da  Cia. Tecelagem Japy, que ficava localizado na área ocupada atualmente pelas indústrias Dubar, nos altos de Vila Arens, com capacidade para 10.000 torcedores.

Foi lá que se realizou a primeira partida entre o time jundiaiense e o SC Corinthians Paulista, no dia 05/09/1915.

Esádio do Corinthians Jundiaiense

O Corinthians Jundiaiense chegou a iniciar a construção de seu estádio próprio, mas acabou abandonando a obra que se tranformou no Estádio da Associação Primavera de Esportes.

Estádio Associação Primavera de Esportes

Associação Primavera de Esportes

Outro time da cidade a disputar o profissionalismo foi o Paulistano Futebol Clube, fundado em 23 de junho de 1978 e que jogou oito edições do campeonato paulista da terceira divisão, entre 1980 e 1987, três edições da quarta divisão, entre 1988 e 1990 e uma edição do paulista da quinta divisão, em 1979.

Distintivo do Paulistano de Jundiaí

O amigo Ivan Gottardo (torcedor e pesquisador do Paulista e grande conhecedor do futebol jundiaiense) me disse que o Paulistano FC existiu até o começo dos anos 90 e que até chegou a mandar alguns jogos no Jayme Cintra, mas a grande maioria dos seus mandos foram no Estádio Francisco Dal Santo que é um Centro Esportivo, bem na entrada da cidade. Segundo ele, as finais do campeonato amador são lá até hoje!

Além dos dois “similares” dos times da capital, vale relembrar a existência do Hydecroft Foot-Ball Club, time composto por alunos do Gimnásio Hydecroft, um colégio de Jundiaí.

Hydecroft Foot-Ball Club

O time foi fundado em 31 de dezembro de 1913, e merece lembrança por ter sido o primeiro time do interior do estado a disputar o Campeonato Paulista, em 1914 (o campeonato da APEA).

Hydecroft

O Corinthians da capital foi campeão, enquanto o Hydecroft, que mandou seus jogos no Parque Antártica abandonou o torneio, e seus pontos acabaram não computados.

Ele lembrou ainda do Jundiaí FC, fundado em 1973 e que disputou a terceira divisão em 1975 e 1976.

Distintivo do Jundiaí FC

Mandaram seus jogos no campo da Associação Primavera de Esportes, no Francisco Dal Santo e até na cidade vizinha de Louveira.

Ainda é necessário lembrar da Associação Atlética Ipiranga de Jundiaí!

Distintivo da AA Ipiranga

A equipe conhecida como “Falcão Negro” foi fundanda em 09/11/1920 e disputou duas edições do Campeonato Paulista da Série A3: em 1961 e 1962, e mandou seus jogos no Estádio Nacional.

Por fim, e não menos importante, falemos da a Associação Esportiva Promeca!

Distintivo da AE Promeca

Fundada em 21 de abril de 1955, a AE Promeca na verdade não é de Jundiaí, foi o único clube da cidade de Várzea Paulista que disputou o Campeonato Paulista de futebol profissional.

Vale lembrar que na época em que disputaram o profissionalismo, Várzea era um distrito de Jundiaí. Olha o time de 1962:

AE Promeca de Jundiaí

O time tem esse nome porque foi formado por funcionários da empresa Promeca.

A equipe mandava seus jogos no Estádio do Nacional e em breve iremos registrá-lo em fotos e complementar este post.
Assim, encerramos nosso breve relato sobre o futebol profissional jundiaiense.

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!