Rolê Independência & Bola! Estádio em Franca (Parte 18 de 21)

Brasão da cidade de Franca

Seguimos nossa aventura pelas estradas! Depois de passar por Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo, Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul, São José do Rio Pardo, Cajuru, Batatais, Orlândia, São Joaquim da Barra, Igarapava, Uberaba, Guaíra, Miguelópolis e Ituverava agora chegamos à Franca!

Franca

Conhecer a cidade e o futebol local é um desejo antigo meu.

Toda a tradição do futebol da Francana aguçou ainda mais esse desejo, por isso decidimos passar a noite na cidade (até porque se vc está acompanhando toda a saga desse rolê, vai lembrar que chegamos à Ituverava já anoitecendo).

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

A cidade respira esporte. É muito legal ver os lambe-lambes convidando para os jogos da “feiticeira”.

Francana

E não só o futebol, o basquete local também é muito respeitado e incentivado, e tem um timaço!

Foi por causa de um jogo do Franca Basquetebol contra a equipe do Bauru (que se hospedou no mesmo hotel que a gente, lembrando uma outra viagem) que a partida entre Francana e Comercial, pela fase final de grupos, acabou sendo adiado para segunda feira… Ou seja, perdemos a partida 🙁

AA Francana

Mas, ainda existia o nosso desejo de conhecer o Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho, casa da Associação Atlética Francana.

Distintivo da AA Francana

A Associação Atlética Francana foi fundada em 12 de outubro de 1912.

O primeiro Estádio da Francanca foi o campo da Bela Vista (também chamado de Nhô Chico), que teve suas arquibancadas inauguradas em 1947 (num amistoso contra o São Paulo) e utilizado nas disputas até 1969, quando foi construído o atual Estádio Municipal Dr. José Lancha Filho.

Essa é a entrada do “Nhô Chico“:

Estádio Cel Nho Chico - Estádio Bela Vista - Francana

Aqui algumas fotos mostrando um pouco do campo no presente…

Estádio Cel Nho Chico

E no passado:

Estádio Cel Nho Chico - Estádio Bela Vista - Francana

A partir de 1948, a AA Francana passou a disputar as competições profissionais da Federação.

A Francana foi Vice-campeã da série A2 em 1969 e 2002 e Vice campeão Série A3 de 1996.

Em 1977, obteve o acesso para o Campeonato Paulista ao sagrar-se campeã da Divisão Intermediária (a A2 da época).

AA Francana 1977

Em 1982, foi rebaixada com o time abaixo:

AA Francana 1982

Disputou o Campeonato Brasileiro de 1979, sendo eliminado na primeira fase.

Em 1997, chegou ao quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série C, terminando na 3ª colocação e perdendo o acesso à Série B do ano seguinte na última rodada.

AA Francana 1997

Em 2015, a “Veterana” foi rebaixada para a Segunda Divisão de 2016, após terminar a Série A3 na lanterna.

Fomos até o Estádio Municipal Dr. José Lancha Filho, onde a Francana tem mandado seus jogos.

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

O estádio é mais conhecido por Lanchão. E marca aí mais uma bilheteria pra nossa conta!

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

O estádio fica bem localizado e é de fácil acesso.

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

O Estádio foi inaugurado em 1969.

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Já teve capacidade para mais de 15 mil torcedores, mas atualmente não passa de pouco mais de 10 mil pessoas.

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Essa é a entrada principal, para a torcida local.

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Andando ao redor do estádio, temos a….

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Entrada dos Visitantes! Do jeito que o diabo gosta hehehehe.

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Uma pena que não conseguimos entrar, mas tudo bem, fica para uma próxima vez para podermos acompanhar a Francana! Ao menos, ta aí um pouco do entorno do estádio:

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Pra quem ficou na vontade de saber mais, seguem algumas imagens do Facebook Oficial da Francana, mostrando o estádio lotado, nesses últimos jogos da série B de 2018:

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

É mesmo uma torcida apaixonada! Mas, dizemos um “até logo” esperando retornar em breve.

Estádio Municipal Doutor José Lancha Filho - AA Francana - Franca

Enquanto isso, vamos conhecer o outro time da cidade que já disputou o profissional, o Palmeiras Futebol Clube!

Palmeiras Futebol Clube - Franca

O Palmeiras F.C. foi fundado em 25 de dezembro de 1917 e também representou a cidade de Franca no profissionalismo, em 16 participações.

Nasceu como Palestra Itália de Franca Futebol Clube logo transformou-se no “Palmeirinhas” (assim como os demais times que homenageavam a Itália, Alemanha e outros representantes do nazi fascismo na segunda guerra mundial), porém, desde 2010, voltou a se chamar oficialmente por Palestra Itália de Franca Futebol Clube.

Distintivo do palmeiras palestra italia de franca

Disputou o Campeonato Paulista da Segunda Divisão em 47, 48, 49 e 1953, além da Terceira de 83 a 87 e de 91 a 1993, a Quarta de 1988 a 1990 e por fim, a Quinta Divisão em 1994.

Manda seus jogos no Estádio da Rua Santos Pereira, com capacidade para cerca de 1.000 torcedores.

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

A entrada é simplesmente linda! Parece que o mundo parou nos anos 20…

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

É sempre muito bom poder estar presente em um templo do futebol como este!

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

E pra não perder o trocadilho, em frente ao estádio do Palmeiras, existem… “palmeiras” plantadas…

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Pudemos encontrar algumas fotos no site do Jogos Perdidos, como essa do time de 81:

Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Ou as do time de 84:

Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

E que tal essa do time de 87:

Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Enfim, com tantas participações nas competições oficiais, e com tantos anos de vida, o Palmeiras FC é mesmo uma potência na região, e o mais importante: segue vivo, jogando as competições amadoras.

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Vamos dar uma olhada no campo?

E nós aqui… pisando na grama do Palestra Itália de Franca!

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Ao fundo a arquibancada coberta.

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Linda, não?

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

O gol da esquerda (pra quem olha da arquibancada coberta):

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

O placar, ainda manual:

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

E se tem Palmeiras a frente do estádio, quem passa o dia sobrevoando o campo são os perequitos e maritacas.

Olha eles aí pousados em uma árvore, ao lado do campo:

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Aqui, o gol da direita (olhando da arquibancada coberta):

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Todo o estádio está repleto de detalhes, que as grandes arenas preferem ignorar…

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Aqui dá pra se ter uma ideia melhor da arquibancada coberta:

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Olha a placa oficializando a fundação do Palmeiras FC:

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Aqui o meio campo:

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Um último olhar, antes de seguir nossa viagem!

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Não sem antes dizer um tchau pro pessoal que tava ali disputando uma partida de bocha!

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

Estádio da Rua Santos Pereira - Palmeiras FC - Palestra Itália - Franca

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!

Rolê Independência & Bola! Estádio em Ituverava (Parte 17 de 21)

Ituverava

Seguimos com a descrição do nosso rolê, que passou pelas cidades e estádios de Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo, Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul, São José do Rio Pardo, Cajuru, Batatais, Orlândia, São Joaquim da Barra, IgarapavaUberaba, Guaíra e Miguelópolis e agora chega à Ituverava!

Ituverava

A cidade abriga uma população de 41 mil pessoas.

Infelizmente chegamos tarde e já estava escurecendo…

Ituverava

Ituverava

Conseguimos apenas passar pelo Estádio do Complexo Esportivo Municipal, que não chegou a receber jogos pelas competições oficiais da Federação Paulista de Futebol…

Centro Esportivo Municipal Ituverava

Ituverava

Ituverava

Ituverava

A última brecha de sol…

Ituverava

Uma pena, pois deveremos voltar para registrar melhor a casa da Associação Atlética Ituveravense, o “Tigre do Ramal” (o apelido era porque o time ganhava todos os torneios que aconteciam nas cidades por onde passavam os trens da mogiana). Na torre da entrada do campo da A.A.I havia um desenho de um tigre, retirado nos anos de 1970.

A Associação Atlética Ituveravense foi fundada em 25 de janeiro de 1926.

Chegou a montar grandes esquadrões, com destaque para o time de 1966 que chegou à final da A3 do Campeonato Paulista contra a Internacional de Limeira.

Esse era o time de 1966:

AA Ituveravense 1966 - campeão

Mas, a final só foi realizada em 1967, então vale destacar o time deste ano:

AA Ituveravense 1967

Pude conversar com o ex jogador Antonio Carlos Milano, o goleiro Tomires, da foto acima (que depois jogaria por outros times como o Comercial de Ribeirão Preto).

Tomires - goleiro Ituveravense

Existe uma controvérsia a respeito dos jogos e ainda não encontrei nenhum documento que me responda quem venceu o jogo de volta.

O que se sabe é que a Ituveravense venceu o jogo de ida, e no site da Federação, ambos os times são apresentados como campeões daquele ano, ganhando o direito de disputar a série A2 de 1967.

Resta confirmar quem venceu o segundo jogo. Seo Tomires (o goleiro daquela partida) garante que eles venceram os dois jogos, enquanto a Inter cita na campanha do título uma incrível virada no segundo jogo.

Para a Ituveravense disputar a série A2 de 1967, o estádio da Rua Victor Venerando da Fonseca, também conhecido como Estádio Orlando Rego Seixas precisava ser ampliado para no mínimo 15 mil pessoas (quase a população da cidade na época).

E embora tenham tentado, o máximo que o “campo da Ituveravense” chegou foi à capacidade dos atuais 6 mil pessoas e assim, o time acabou se licenciando do Campeonato Paulista.

O time voltaria a disputar a terceirona em 86 e 87 (antes disso já havia disputado de 1961 a 66), e a quarta divisão em 89, 90 e 91, sendo essa sua última participação no futebol profissional.

Aqui, o time que jogava o amador, com nome de Ituverava EC, em 1947:

Ituverava EC 1947

Esse o time de 1963:

Ituveravense 1963

Aqui, a Ituveravense de 1964:

AA Ituveravense 1964

Essa é de data desconhecida:

AA Ituveravense

A de 1968:

AA Ituveravense 1968

Atualmente o time segue disputando as competições amadoras na Liga Brodowskiana de Futebol.

Foi no clube da Ituveravense onde o nadador medalhista olímpico Gustavo Borges iniciou sua carreira.

Essa é sua sede:

Sede da AA Ituveravense

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

Rolê Independência & Bola! Estádio em Miguelópolis (Parte 16 de 21)

Seguimos nesse rolê que já foi feito há 2 meses e ainda rende posts…
Hoje vamos mostrar um pouco do Estádio da cidade de Miguelópolis.
Antes de passarmos aqui, já registramos os estádios de Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo, Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul, São José do Rio Pardo, Cajuru, Batatais, Orlândia, São Joaquim da Barra, IgarapavaUberaba e Guaíra.

Miguelópolis

Miguelópolis

As cerca de 20 mil pessoas que vivem em Miguelópolis tem na agricultura e nos serviços decorrentes sua principal riqueza.

Miguelópolis

Miguelópolis

Ainda dá pra encontrar o pessoal tranquilo, curtindo o feriado sentado na calçada, sem a agitação que estamos acostumados aqui no ABC.

Miguelópolis

Mas, quando falamos de futebol, a agitação é a mesma!

E por isso, vamos mostrar um pouco do Estádio Waldemar de Freitas.

Estádio Waldemar de Freitas - Miguelópolis

Acreditávamos que o estádio fora a casa da Associação Esportiva Miguelópolis, na sua única participação em competições oficiais da Federação Paulista, em 1964, pela quarta divisão.

Associação Esportvia Miguelópolis

A Associação Esportiva Miguelópolis nasceu diretamente no futebol profissional, mas para isso usou de base o Miguelópolis FC, antigo time amador da cidade.

Distintivo Miguelópolis

Voltemos assim para o Estádio Waldemar de Freitas!

Estádio Waldemar de Freitas - Miguelópolis

Estádio Waldemar de Freitas - Miguelópolis

O Estádio estava fechado e o dia acabando…

Estádio Waldemar de Freitas - Miguelópolis

Já estava me conformando em só registrar a parte externa do estádio.

Estádio Waldemar de Freitas - Miguelópolis

Estádio Waldemar de Freitas - Miguelópolis

Ao menos dava pra ver uma placa celebrativa. Mas ela só me deixou em dúvida. A placa não diz se é sobre a inauguração, mas sua data é de 1982… O que me leva a perguntar se existiu um outro estádio na época do profissionalismo, ou se a placa é apenas de alguma reforma…

Conversei com um ex jogador que fez parte do time que jogou a terceira divisão, chamado Fábio Ribeiro (tio do amigo Paulo) e ele confirmou que não foi neste estádio que o Miguelópolis mandou suas partidas. E mais, ele garante que o time que jogou era o Miguelópolis FC e não a AE Miguelópolis.

Estávamos quase indo embora quando cruzamos com o amigo Valdomiro Pinheiro que mora literalmente colado ao estádio, e adivinhe onde o quintal da casa dele termina…

Estádio Waldemar de Freitas - Miguelópolis

Assim, após cruzar a casa do Valdomiro…

E assim, tendo o sol como companheiro, adentramos ao Estádio Waldemar de Freitas.

Estádio Waldemar de Freitas - Miguelópolis

O belo gramado mesmo no gol é para poucos!

Estádio Waldemar de Freitas - Miguelópolis

Ao fundo a arquibancada coberta.

Estádio Waldemar de Freitas - Miguelópolis

Estádio Waldemar de Freitas - AE Miguelópolis - Miguelópolis

O alambrado cerca o campo todo!

Estádio Waldemar de Freitas - AE Miguelópolis - Miguelópolis

Estádio Waldemar de Freitas - AE Miguelópolis - Miguelópolis

As árvores atrás do gol completam o charme local!

Estádio Waldemar de Freitas - AE Miguelópolis - Miguelópolis

Não existem arquibancadas nas laterais, além da coberta.

Estádio Waldemar de Freitas - AE Miguelópolis - Miguelópolis

Estádio Waldemar de Freitas - AE Miguelópolis - Miguelópolis

E assim, mais um capítulo da nossa aventura chega ao fim, graças ao amigo Valdomiro.

Estádio Waldemar de Freitas - Miguelópolis

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

Rolê Independência & Bola! Estádio em Guaíra (Parte 15 de 21)

Brasão Guaíra

Depois de visitar terras mineiras, onde acompanhamos até uma partida da segunda divisão (confira aqui como foi), chegou a vez de registrar o Estádio de Guaíra.

Para chegar lá, voltamos por uma outra estrada, e cruzamos o rio Grande por um lugar diferente de onde havíamos chegado.

Além de Uberaba, também registramos os estádios de Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo, Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul, São José do Rio Pardo, Cajuru, Batatais, Orlândia, São Joaquim da Barra e Igarapava.

Agora, é hora de entrar e conhecer a cidade!

Guaíra

Guaíra

Guaíra é um município que faz limite com o Estado de Minas Gerais.  Sua população atual está em torno de 43 mil pessoas.

Guaíra

Antes chamada de Nuporanga, o atual nome “Guaíra” é um topônimo que pode ser traduzido como “Águas correntes”. Olha que linda imagem do rio Sapucaí que passa pela cidade:

Olha aí a Igreja Matriz São Sebastião:

Guaíra

Uma esquina da pacata cidade…

Guaíra

E… aí está ele! O Estádio Municipal José Zuquim Nogueira.

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

Mais uma importante meta atingida pelo nosso blog!

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

O estádio fica numa rua sem saída, e a entrada estava fechada 🙁

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

A cidade de Guaíra teve dois times disputando as competições oficiais da Federação Paulista, o primeiro deles o Guaíra Esporte Clube.

Distintivo Guaíra Esporte Clube

O time foi fundado em 1961 e disputou a quarta divisão em 1964 e 1965.

O segundo time foi a Associação Atlética Guaraiense.

 

Distintivo Associação Atlética Guairense

A Guairense foi fundado em 16 de junho de 1969, depois da extinção do Guaíra EC.

Em 1973, o time estreia na terceira divisão.

Guairense

Sagrou-se campeão paulista da terceira divisão em 1976.

Em 1994 e 1995, disputou a Quarta Divisão licenciando-se do futebol profissional.

Vamos então conhecer o estádio?

Taí, numa tarde de sol que quase não deixa ver a bela arquibancada numerada.

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

Agora ficou melhor…

O Estádio Municipal José Zuquim Nogueira tem capacidade para 5 mil torcedores.

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

Foi inaugurado em 1976, em um amistoso entre São Paulo e Corinthians.

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

Achei essa foto no “Templos do Futebol“:

Aqui o gol da entrada (aquela mesma que estava fechada):

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

Mais uma olhada na linda arquibancada coberta.

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

O gol do “fundo”:

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

O placar segue funcionando:

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

A entrada, vista por dentro:

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

A arquibancada de cimento, que já viu a torcida local gritar “É campeão!!!”:

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

E com mais este registro, é hora de ir embora!!!

Estádio Municipal José Zuquim Nogueira - Guaíra

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!

Rolê Independência & Bola! Estádio em Uberaba (Parte 14 de 21)

Opa opa opaaaaa!!!

E não é que a estrada andou, andou, cruzou o rio Grande e nos levou até o estado de Minas Gerais??

Uberaba

E como é bonito esse lugar!

Divisa MG - SP

Nosso objetivo era visitar a cidade de Uberaba e conhecer um pouco da história do futebol local.

Uberaba

Antes de chegarmos até Uberaba, registramos os estádios de Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo, Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul, São José do Rio Pardo, Cajuru, Batatais, Orlândia, São Joaquim da Barra e Igarapava.

Uberaba

A cidade de Uberaba localiza-se no chamado Triângulo mineiro e possui uma rica história, já que fica no meio do caminho entre São Paulo e Goiás, por onde os tropeiros passavam. O lugar foi palco de várias disputas entre bandeirantes e índios Panarás que ocupavam a região.

Atualmente mais de 380 mil pessoas vivem na cidade, a oitava mais populosa do estado e que conta com uma excelente infraestrutura, olha que legal a estação do ônibus:

Uberaba

Esse é Parque Fernando Costa, que conta com o primeiro sítio de Geoparque do estado, local que mistura atrações culturais e naturais.

Uberaba

Almoçamos bem no restaurante Tropeiro!

Uberaba-MG

Demos um rolê pelo centro da cidade…

Uberaba-MG

Uberaba-MG

E fomos conhecer o mercado central de Uberaba.

Mercado Uberaba-MG

Faltou uma sinalização pra ajudar na identificação né?

Mercado de Uberaba-MG

Lá dentro, uma infinidade de doces, frutas, verduras…

Mercado Uberaba-MG

MErcado Uberaba-MG

Mercado Uberaba-MG

Mercado Uberaba- MG

Essa é a igreja de Santa Rita, construída em 1854, tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico e que abriga o Museu de Arte Sacra.

Uberaba-MG

Mas já é hora de começar a falar um pouco sobre os motivos de nossa visita à cidade, começando pelo Estádio ‎Juscelino Kubitschek.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

O Estádio ‎Juscelino Kubitschek é a casa do Nacional Futebol Clube.

Distintivo do Nacional FC de Uberaba-MG

Embora Minas Gerais seja um estado que faz divisa com São Paulo, foram poucas as vezes que pudemos registrar estádios mineiros. Então é sempre uma alegria poder registrar esse momento!

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

O Estádio serve de sede do time, e por isso, mesmo a “entrada oficial” estando fechada, pudemos usar pela entrada do campo, que fica na .

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Então… Vamos lá, conhecer o Estádio, por dentro!

O Nacional FC foi fundado em 1 de agosto de 1944 e logo tornou-se o maior rival do Uberaba SC.

Esse era o time de 73:

Nacional FC - Uberaba

O time colecionou conquistas no futebol mineiro profissional, a última delas foi o Campeonato Mineiro da segunda divisão de 2013, retratada assim pelo Jornal Agora Minas :

Nacional - Campeão 2a divisão 2013

O clube já colecionara três títulos da Segundona, em 1963, 78 e 82.

Esse é o time de 78:

nacional fc campeão 1978 segundona

Esse o de 1982:

Nacional FC campeão mineiro da segundona 1982

Em 2001 e 1997, foi vice-campeão da Segundona e em 1966, vice-Campeão Mineiro do Interior.

Como se vê, é um time pesado! Tão pesado quanto seu mascote (que eu peguei no portal da segundona mineira)…

Essa bilheteria já faturou muito ingresso!

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Voltando ao estádio, o Juscelino Kubitschek possui capacidade para 5 mil torcedores.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

No dia de nossa visita estava rolando uma edição de jogos universitários.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Para um estádio não profissional, o gramado até que segue bem cuidado.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Atualmente o time está licenciado das disputas profissionais, por motivos financeiros.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Esse é o gol da entrada.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

E daqui pra frente…. só a bolerada…

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

O estádio possui até cabines para imprensa. Do outro lado dessas cabines está o clube.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Mas é um estádio bem charmoso. Olhando da arquibancada, esse é o gol da esquerda.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Uma visão do meio campo.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

E do gol da direita (por onde nós entramos).

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Ao menos o campo segue em utilização pelo futebol amador e universitário.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Olha aí o banco de reservas sentindo se vivo!

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Aqui, a sequência das arquibancadas, em cimento.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Uma considerável distância até o início do campo…

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Pra quem se interessou e quer apoiar o clube, segue o contato:

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

Essa é a entrada que utilizamos.

Estádio ‎Juscelino Kubitschek - Nacional FC - Uberaba

O outro time da cidade é o Uberaba Sport Club.

O Uberaba SC foi fundado em 1917, e tem uma história de muito sucesso, do tricampeão da Taça Minas Gerais ao Torneio acesso ao campeonato Brasileiro da série A.

Seu mascote é o boi zebu.

Mascote Uberaba SC

O time é bastante democrático, tendo jogado as séries A, B, C e D do brasileiro, bem como o Módulo I e II, a segunda e terceira divisão do Mineiro.

Olha que foto bacana do time de 1941 que disputou um amistoso contra o CA Ipiranga.

Uberaba SC 1941

uberaba 41

Aqui, um time dos anos 80:

Uberaba Sport Club

O time conquistou vários títulos em sua história, dentre eles a Taça Minas Gerais (em 1980, 2009 e 2010), o Campeonato Mineiro Módulo II de 2003, a Segunda Divisão de 2015, o Campeonato Mineiro do Interior (em 1966, 1973, 1980, 1981 e 1982) e o Torneio de Acesso ao Campeonato Brasileiro de 1986.

E pra quem pergunta se o time tem torcida, dá uma olhada nessas imagens:

uberaba sc

Originalmente, mandava seus jogos no Estádio Boulanger Pucci que chegou a ter capacidade para 8 mil torcedores. Infelizmente o estádio foi leiloado e só restou sua fachada.

Estádio Boulanger Pucci - Uberaba

Peguei uma foto do Google Maps para ver como ele está por dentro.

Foi inaugurado em 1922, no amistoso Uberaba 0x2 Paulistano, com o nome de Estádio das Mercês (era o nome do bairro em que se localizava), somente na década de 30 recebeu o nome do Dr. Boulanger Pucci, ex-presidente do clube.

Contam que houve um acidente no estádio, as arquibancadas de madeira cederam, em um jogo entre o Uberaba e o Formiga, ferindo mais de 300 pessoas.

Depois disso, foi feito uma campanha para se conseguir verbas para construção de uma arquibancada de concreto, transformando o estádio em um dos mais modernos daquela época.

O Uberaba Sport Club mandou suas partidas pelo Campeonato Mineiro de Futebol em 1945, e depois de 1958 a 1971.

Acabou substituído pelo Estádio Municipal Engenheiro João Guido, mas seguiu sendo o centro de treinamentos até 2009, quando foi arrematado em leilão para pagar dívidas trabalhistas do clube.

Assim, o “novo” estádio da cidade passou a ser o Estádio Municipal Engenheiro João Guido, o “Uberabão”.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O estádio fica na região central da cidade e toma conta de todo um quarteirão.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O entorno do estádio é meio “morno”, sem grandes intervenções visuais.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Ele começou a ser construído em 1961, e foi projetado para se chamar “Monumental” e ter uma capacidade de 45.000 torcedores.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Somente em 1972 ele foi inaugurado, num amistoso da seleção brasileira (entre a principal e o time “aspirante”) e a casa esteve cheia!

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Mas…. Voltemos aos dias atuais. Passamos pelo estádio quando chegamos em Uberaba e ele estava fechado, decidimos voltar depois do almoço para ver se conseguiríamos entrar.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Já estava até pensando se teria algum lugar pra conseguir fotografar por fora.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Mas… Uma luz surgiu quando estávamos procurando um restaurante. Encontramos o ônibus do Araxá estacionado pela cidade.

Araxá EC

Uma rápida pesquisa pela Internet informou que devido ao seu estádio estar fechado, o Araxá EC tem mandando seus jogos no Uberabão!

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

E foi assim que, mesmo o estádio sendo usado pelos dois times da cidade (Uberaba Sport Club e o Nacional de Uberaba) acabamos conhecendo o Uberabão graças a dois times de fora:

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O Araxá entra em campo!

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O Pouso Alegre também!

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Então…. vamos lá!

A lotação atual caiu de 20 para pouco mais de 15 mil torcedores.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Aqui um olhar do meio campo:

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O gol do lado esquerdo:

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Gol lado direito:

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O jogo válido pela segunda divisão (que na prática equivale ao terceiro nível estadual, abaixo dos módulos I e II).

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Aí, a torcida do Pouso Alegre FC, a Gigantes do Mandu e a Pouso Alegre Manguaça. (desculpem por não conseguir uma foto mais próxima, mas infelizmente a polícia não me deixou ir até a área visitante)

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Aqui, a torcida Pavilhão, do Araxá:

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O estádio é bem grande e bem estruturado, mas o público do jogo foi pequeno, para uma tarde ensolarada e agradável para se assistir uma boa peleja.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O jogo estava morno. Muita bola disputada no meio campo, sem grandes chances sendo criadas.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Os goleiros sequer sujaram seus uniformes…

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Pra quem gosta de curiosidades…

Destaque para o fosso no sentido mais literal da palavra fosso hehehe:

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

Tem até umas carpas lá…

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

O jogo terminou 1×0 para o time local. Não filmei o gol, mas a Globo local tem a edição. Clique aqui e assista.

E nós… voltamos para nossa missão, agora começando a viagem de volta ao ABC.

Estadio Engenheiro Joao Guido - Uberaba-MG

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!

Rolê Independência & Bola! Estádio em Igarapava (Parte 13 de 21)

Olá, amigos leitores deste blog!

Seguimos dividindo com vocês o nosso rolê para registrar mais alguns estádios do interior de São Paulo, e após passarmos por Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo, Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul, São José do Rio Pardo, Cajuru, Batatais, Orlândia e São Joaquim da Barra, agora é a vez de falarmos sobre Igarapava!

Igarapava

Igarapava significa “Porto de canoas”, e era um dos locais onde os bandeirantes faziam suas paradas rumo às minas dos índios goiazes.

Igarapava

Atualmente, cerca de 32 mil pessoas vivem nestas terras, onde outrora viveram os bandeirantes Bartolomeu Bueno da Silva (o Anhanguera), João Leite da Silva Ortiz e o capitão Anselmo Ferreira de Barcelos, entre outras figuras da sangrenta história paulista.

Igarapava

Outrora chamada de Comarca de Santa Rita do Paraíso, em 1906, foi elevada à categoria de município e em 1907 teve seu nome mudado para Igarapava.

Igarapava

A cidade tem o orgulho de possuir a Usina Hidrelétrica de Igarapava, no Rio Grande,na divisa entre SP e MG.

Usina Hidrelétrica de Igarapava

Olha ali onde ficam a cidade e a própria usina:

mapa

Fomos até Igarapava conhecer o Estádio Garibaldi Pereira, casa do Igarapava EC!

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

A fachada do estádio não possui mais nenhuma identificação 🙁

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Uma pena… A casa do alvi rubro Igarapava Esporte Clube merecia maior reconhecimento já que recebeu vários times do estado de São Paulo, desde a fundação do time em 21 de agosto de 1919.

 Igarapava EC - Igarapava

 

Assim como muitos times do interior, o Igarapava encontra-se afastado das competições oficiais. Mas sua história é muito rica; participou em 11 edições das divisões de acesso do Campeonato Paulista, pela A3 (de 1961 a 1964, 1976, 1980 e 1986), pela série B (de 1977 a 1979) e pela B2 em 1994.

Olha aí o esquadrão:

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

E cá estamos nós, rodeando o estádio em busca de um lugar para fotografá-lo, mas os muros parecem inimigos…

Igarapava

A menos que…

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Sim, a famosa escada do seo Osvaldo nos salvou mais uma vez e garantiu o nosso registro!

O Estádio Garibaldi Pereira perdeu mais do que a presença dos torcedores em disputas profissionais… Sua arquibancada coberta já não está assim tãããão coberta…

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

A arquibancada ao fundo do gol de entrada lembra um pouco o eco estádio em Curitiba.

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Mas o campo está bem cuidado, mesmo enfrentando um longo período sem chuvas.

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

A arquibancada lateral é o bom e velho cimentão, dando ao estádio a capacidade para 4 mil torcedores.

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Aqui, o outro gol, ao fundo, onde não há arquibancada.

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Enfim, mais uma missão cumprida!

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

Hora de voltar para a estrada, mas antes, um rápido passeio por dentro da cidade…

Estádio Garibaldi Pereira - Igarapava EC - Igarapava

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!

Rolê Independência & Bola! Estádio em São Joaquim da Barra (Parte 12 de 21)

A estrada ainda é longa, permite várias aventuras, e agora, voltamos à Rodovia Anhanguera para chegar até a cidade de São Joaquim da Barra!

Pra quem está acompanhando esse rolê, vale relembrar que já registramos os estádios de Pirassununga, Descalvado, Santa Rita do Passa Quatro, Tambaú, Santa Rosa de Viterbo, Santa Cruz das Palmeiras, Vargem Grande do Sul, São José do Rio Pardo, Cajuru e Batatais e Orlândia.

São Joaquim da Barra

A cidade serve de residência par acerca de 50 mil pessoas atualmente e nos surpreendeu com a infraestrutura que pudemos ver! Desde ruas largas e arborizadas, até o comércio local, forte e ativo!

São Joaquim da Barra

São Joaquim da Barra

Mesmo tão desenvolvida, a cidade ainda guarda a calma das tradicionais cidades do interior.

São Joaquim da Barra

O motivo da nossa visita à cidade é o São Joaquim Futebol Clube!

São Joaquim FC

O São Joaquim FC foi fundado em 20 de abril de 1920, chegando próximo de seu centenário (já tem até algumas homenagens aparecendo por lá)!

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

O time desafiou a distância da capital e disputou 5 edições do Campeonato Paulista: 1949 e 1950 na A2, 1993 na A3 e 1994 e 1995 na atualmente extinta quinta divisão.

Esse era o time de 1948 no dia em que o São Paulo FC foi até São Joaquim disputar um amistoso com o “Espigão” (apelido do time local):

São Joaquim x São Paulo

O time despediu-se do profissionalismo com o título da Quinta divisão de 1995. Esse era o time campeão:

São Joaquim FC - Campeão paulista série B2 1995

São Joaquim FC - Campeão paulista série B2 1995

Um fato curioso é que o time foi abandonado pelo patrocinador no meio do campeonato e os jogadores decidiram seguir, tendo como única fonte de renda a bilheteria e patrocínios pontuais:

São Joaquim FC - Campeão paulista série B2 1995

Aqui, o time presente em Aparecida contra o Aparecida EC:

São Joaquim FC - campeão 1995

São Joaquim FC

Aqui a camisa de recordação do título!

Camisa do São Joaquim FC

Em 2011, foi realizado um jogo beneficente entre o São Joaquim Futebol Clube (com os jogadores campeões em 1995) contra a equipe Master do Corinthians Paulista (equipe Master).

O clube tem uma série de brindes e materiais comemorativos, como essa caneca:

São Joaquim FC

O futebol nasceu na cidade no início do século XX (em 1915), e em 1920, o futebol da cidade se uniu para fundar o São Joaquim Futebol Club (S.J.F.C.).

Em 1961, o time muda de endereço deixando a esquina da Rua Voluntário Geraldo com a Rua Goiás. Essa era a fachada da época:

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim Futebol Clube

E assim, começava a surgir o atual Estádio Dr. José Ribeiro Fortes!

Estádio São Joaquim

Essa é a entrada do estádio atualmente:

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

E mais uma vez estamos aí pra fazer parte da história!

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Mas, o clube social possui uma entrada própria também.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Entrando por lá, existem distintivos do time por toda a parte.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

E também no muro que margeia o clube.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Lá dentro, nota-se um trabalho de marketing que nem os grandes clubes da capital conseguem fazer.

São Joaquim FC - São Joaquim da Barra

Mas, viemos para ver o estádio, que tal uma volta por lá?

E assim, finalmente conhecemos mais um templo do futebol paulista!

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

O estádio Dr. José Ribeiro Fortes é quase impensável! Ou inacreditável… Um estádio tão bacana e tão grande… Merecia ter um time de volta ao campeonato!

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

O banco de reservas segue ali! Mesmo antigo, provavelmente atenderia às expectativas do futebol.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Com tantas arquibancadas ao seu redor, o estádio possui capacidade para cerca de 12 mil pessoas.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

São arquibancadas de cimento, no melhor estilo old school, com uns 12 degraus.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Ali ao fundo, fica o clube.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Aqui, uma visão do meio campo para quem está na arquibancada.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Aqui, o gol do lado direito:

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

E aqui, o lado esquerdo:

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Aqui ficava a identificação do estádio, bem no centro do campo.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Olha como era esse lugar em 1995, no ano do título de campeão paulista da série B:

São Joaquim FC - Campeão paulista série B2 1995

E olha como a torcida lotava:

Estádio dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim da Barra

Uma curiosidade é que não existem lugares cobertos no estádio.

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

Enfim, cumprimos mais uma etapa da nossa missão!

Estádio Dr José Ribeiro Fortes - São Joaquim FC

APOIE O TIME DA SUA CIDADE!!!